Portal da Educao Adventista

*Educ' arte - Prof.ª Séulima*

5

dez
2011

Por que nos sentimos solitários?

A solidão aflige impiedosamente grande parte da população, em pleno século vinte e um. Veja 7 razões que levam ao sentimento de solidão:

1.    Tecnologia - Com o avanço da tecnologia, as pessoas têm que ser mais eficientes e especializadas e, às vezes, isso as leva a não ter tempo nem habilidade para conversar com os não-especialistas. Assim, a maioria de nossas relações é superficial.

2.    Urbanização - Quanta gente amontoada nas cidades! Mas já notou que isso acaba fazendo as pessoas se afastarem umas das outras? Talvez os motivos sejam o medo, o ruído, a agitação.

3.    Televisão e internet - Você conhece alguém que "vive" mais no mundo das novelas do que no seu bairro? Essa ausência de comunicação direta entre os familiares e vizinhos, motivada pela telinha ou monitor, gera solidão.

4.    Baixa auto-estima - Se você não confia em você mesmo, se tem uma opinião ruim a seu respeito, dificilmente irá se relacionar bem com os outros. O resultado: solidão.

5.    Incapacidade de comunicação - As pessoas muito introvertidas, ou que não sabem comunicar-se sinceramente, costumam sentir-se sós, mesmo quando cercadas de muita gente.

6.    Atitudes negativas - Entra aqui uma série de comportamentos que afastam os outros: hostilidade, desejo de vingança, críticas, intolerância, competição intensa, exagerado senso de justiça, atenção exclusiva aos próprios interesses, busca do sucesso a qualquer preço.

7.    Afastamento de Deus - Separado de Deus, o coração humano se sente inquieto, solitário, inseguro.

(Adaptado de um texto do livro De Bem Com Você, CASA, págs. 43 e 44)

comentários[0]

5

dez
2011

7 dicas para aumentar a fé

.    Exercite a fé. Como? Agindo. Vá em frente mesmo quando a estrada não for asfaltada ou não existir caminho. Não tente ver para crer. Baseie-se no que está escrito, e não em seus sentimentos.

2.    Admita suas dúvidas. Fale com Deus sobre elas. Desenvolva uma amizade informal, íntima e envolvente com Deus, e depois interrogue-O.

3.    Não fale em fracasso. O medo e os sentimentos negativos são venenosos para a fé. Tudo o que a gente pensa e fala pode se transformar em comportamento real.

4.    Suporte as dificuldades numa boa. Quando a gente passa nos testes da vida, a fé cresce. E, considere a direção divina. Relembre os momentos difíceis de sua vida e como Deus o guiou. Estabeleça contatos com pessoas de fé e oração.

5.    Estude a Bíblia e olhe para Jesus. O apóstolo Paulo diz que "a fé vem pela Palavra de Deus".  A Bíblia também diz que Jesus é o projetista e o construtor da nossa fé. Contemple-O. Sinta como Jesus confiava em Seu Pai.

6.    Entre no ritmo de Deus. Saiba que Ele faz as coisas no Seu tempo, mas faz. Aprenda a esperar. Você não fica na fila para tantas coisas?

7.    Pague o preço da fé. A fé que nada custa, nada vale. O preço é: tempo com Deus e obediência a Ele. Não tente um atalho; esqueça os malabarismos.

(Adaptado de "De Bem Com Você", pág. 224)

comentários[0]

5

dez
2011

Não se queixe!

Há pessoas que têm prazer em se queixar da vida. Cultivam os pormenores de seus problemas e fazem deles o eixo em torno do qual gira sua vida. Essas pessoas se esquecem que todos somos afligidos por tragédias e dificuldades. É bem verdade que Deus não prometeu que o céu de nossa vida seria sempre azul. Portanto, não faça de sua vida um contínuo lamento, não se considere uma vítima. Isso não vai ajudá-lo em nada.

Você tem uma escolha a fazer: permitir que as aflições amargurem sua vida, ou encará-las com fé e confiança em Deus, o Pai, com a certeza de que Ele o ajudará a superá-las. A escolha é sua. Lembre-se, porém, que você não está sozinho. Jesus está ao seu lado e lhe diz: "Venha a Mim você que está cansado e sobrecarregado e Eu o aliviarei".

Então, prezado ouvinte, enfrente seus problemas com a ajuda divina e certamente será vitorioso pois tens um Amigo do coração.

comentários[1]

5

dez
2011

Chega de estresse!

Eis alguns cuidados que podem lhe ajudar a driblar o estresse:

1 - ANOTE TUDO o que lhe estressa. Toda semana dê uma olhadinha nos seus registros e não deixe os probleminhas de hoje se tornarem os problemões de amanhã.

2 -  SUPERIMPORTANTE se abrir com um amigo de confiança. Compartilhe tudo: suas alegrias, as frustrações e as tristezas. Lembre-se de Jesus, o maior e melhor dos amigos!

3 -  CONSOLE-SE. Você não pode mudar o mundo. Faça sua parte e já estará ajudando muito.

4 -  HÁ HORA pra tudo: tão importante quanto os milhares de compromissos, é o descanso. Reserve um tempinho para passear, divertir-se. A questão é se programar.

5 -  PROCURE ter uma a noite de sono. Durma cedo. Antes de se deitar, não faça atividades que te deixem ligadão, com ouvir aquele som pra lá de agitado ou filme de ação.

6 -  A ATIVIDADE física é uma grande aliada contra o estresse. As endorfinas - substâncias liberadas quando se faz exercícios - são um calmante natural. Além disso, quem está em forma tem mais chances de enfrentar numa boa os efeitos do estresse,

7 -  APRENDA a transformar os momentos em que está sozinho em total curtição, como a hora do banho, da barba (ou da depilação). Cante no banheiro, olhe-se no espelho e converse com você mesmo.

8 -  LEVE a vida a sério, mas não a ferro e fogo. Lembre-se de que todo mundo é humano e está aqui para aprender. Por isso, tem o direito de acertar e errar, sem medos.

comentários[0]

2

dez
2011

Compromisso com o futuro!

Escola Adventista

comentários[1]
Assinar RSS

mais buscadas

2004-2011 Educação Adventista Todos os direitos reservados.