Portal da Educao Adventista

*Educ' arte - Prof.ª Séulima*

7

dez
2012

O HOMEM E A GALINHA

 
Era uma vez um homem que tinha uma galinha. Era uma galinha como as outras.
Um dia a galinha botou um ovo de ouro. O homem ficou contente. Chamou a mulher:
- Olha o ovo que a galinha botou.
A mulher ficou contente:
- Vamos ficar ricos!
E a mulher começou a tratar bem da galinha. Todos os dias a mulher dava mingau para a galinha. Dava pão-de-ló, dava até sorvete. E todos os dias a galinha botava um ovo de ouro. Vai que o marido disse:
- Pra que esse luxo com a galinha? Nunca vi galinha comer pão-de-ló... Muito menos tomar sorvete!
- É, mas esta é diferente! Ela bota ovos de ouro!
O marido não quis conversa:
- Acaba com isso mulher. Galinha come é farelo.
Aí a mulher disse:
- E se ela não botar mais ovos de ouro?
- Bota sim - o marido respondeu.
A mulher todos os dias dava farelo à galinha. E a galinha botava um ovo de ouro. Vai que o marido disse:
- Farelo está muito caro, mulher, um dinheirão! A galinha pode muito bem comer milho.
- E se ela não botar mais ovos de ouro?
- Bota sim - o marido respondeu.
Aí a mulher começou a dar milho pra galinha. E todos os dias a galinha botava um ovo de ouro. Vai que o marido disse:
- Pra que esse luxo de dar milho pra galinha? Ela que procure o de-comer no quintal!
- E se ela não botar mais ovos de ouro? - a mulher perguntou.
- Bota sim - o marido falou.
E a mulher soltou a galinha no quintal. Ela catava sozinha a comida dela. Todos os dias a galinha botava um ovo de ouro. Uma dia a galinha encontrou o portão aberto. Foi embora e não voltou mais.
Dizem, eu não sei, que ela agora está numa boa casa onde tratam dela a pão-de-ló. (Ruth Rocha)
1) O texto recebe o título de O  homem e a galinha.  Por que a história recebe esse título?
a) Porque eles são os personagens principais da história narrada. 
b) Porque eles representam, respectivamente, o bem e o mal na história.
c) Porque são os narradores da história.
d) Porque ambos são personagens famosos de outras histórias.
e) Porque representam a oposição homem-animal.
2) Qual das afirmativas a seguir não é correta em relação ao homem da fábula?
a) É um personagem preocupado com o corte de gastos.
b) Mostra ingratidão em relação à galinha.
c) Demonstra não ouvir as opiniões dos outros.
d) Identifica-se como autoritário em relação à mulher
e) Revela sua maldade nos maus-tratos em relação à galinha.
3) Qual das características a seguir pode ser atribuída à galinha?
a) avareza
b) conformismo
c) ingratidão
d) revolta
e) hipocrisia
4) Era uma vez um homem que tinha uma  galinha. De que outro modo poderia ser dita a frase destacada?
a) Era uma vez uma galinha, que vivia com um homem.
b) Era uma vez um homem criador de galinhas.
c) Era uma vez um proprietário de uma galinha.
d) Era uma vez uma galinha que tinha uma propriedade.
e) Certa vez um homem criava uma galinha.
5) Era uma vez é uma expressão que indica tempo:
a) bem localizado
b) determinado
c) preciso
d) indefinido
e) bem antigo
6) A segunda frase do texto diz ao leitor que a galinha era uma galinha como as outras. Qual o significado dessa frase?
a) A frase tenta enganar o leitor, dizendo algo que não é verdadeiro.
b) A frase mostra que era normal que as galinhas botassem ovos de ouro.
c) A frase indica que ela ainda não havia colocado ovos de ouro.
d) A frase mostra que essa história é de conteúdo fantástico.
e) A frase demonstra que o narrador nada conhecia de galinha.
7) O que faz a galinha ser diferente das demais?
a) Botar ovos todos os dias independentemente do que cofnia.
b) Oferecer diariamente ovos a seu patrão avarento.
c) Pôr ovos de ouro antes da época própria.
d) Botar ovos de ouro a partir de um dia determinado.
e) Ser bondosa, apesar de sofrer injustiças.
8) O homem ficou contente. O conteúdo dessa frase indica um (a):
a) causa
b) modo
c) explicação
d) conseqüência
e) comparação
9) A presença de travessões no texto indica:
a) a admiração da mulher
b) a surpresa do homem
c) a fala dos personagens
d) a autoridade do homem
e) a fala do narrador da história
10) Que elementos demonstram que a galinha passou  a receber um bom tratamento, após botar o primeiro ovo de ouro?
a) pão-de-ló / mingau / sorvete
b) milho / farelo / sorvete
c) mingau / sorvete / milho
d) sorvete / farelo / pão-de-ló
e) farelo / mingau / sorvete
11) Dizem, eu não sei... Quem é o responsável por essas palavras?
a) o homem
b) a galinha
c) o narrador
d) a mulher
e) o ovo

Gabarito dos exercícios de interpretação

1-a, 2-e, 3-b, 4-c, 5-d, 6-c, 7-d, 8-d, 9-c, 10-a, 11-c

 

comentários[2]

7

dez
2012

O lobo e o cordeiro

TEXTO PARA INTERPRETAÇÃO 11 - O LOBO E O CORDEIRO (NÍVEL FUNDAMENTAL)

Estamos apresentado mais uma versão da fábula O LOBO E O CORDEIRO, desta vez escrita por Monteiro Lobato.

O LOBO E O CORDEIRO

Estava o cordeiro a beber num córrego, quando apareceu um lobo esfaimado, de horrendo aspecto.

- Que desaforo é esse de turvar a água que venho beber? - disse o monstro arreganhando os dentes. - Espere, que vou castigar tamanha má-criação!...

O cordeirinho, trêmulo de medo, respondeu com inocência:

-  Como posso turvar a água que o senhor vai beber se ela corre do senhor para mim?

Era verdade aquilo e o lobo atrapalhou-se com a resposta. Mas não deu o rabo a torcer.

- Além disso - inventou ele - sei que você andou falando mal de mim o ano passado.

- Como poderia falar mal do senhor o ano passado, se nasci este ano?

Novamente confundido pela voz da inocência, o lobo insistiu:

- Se não foi você, foi seu irmão mais velho, o que dá no mesmo.

- Como poderia ser meu irmão mais velho, se sou filho único?

O lobo, furioso, vendo que com razões claras não vencia o pobrezinho, veio com uma razão de lobo faminto:

-  Pois se não foi seu irmão, foi seu pai ou seu avô!

E - nhoque! - sangrou-o no pescoço.

Contra a força não há argumentos.

(Monteiro Lobato, Fábulas, São Paulo, Brasiliense)

_____________________________________________________________________________

1. O texto que você acabou de ler é:

a. (   ) uma crônica em que o autor trata de um assunto do dia-a-dia.

b. (   ) uma fábula, isto é, uma pequena história com ensinamento moral.

c. (   ) um conto de fadas.

2. Quais são os personagens do texto?

3.  O lobo e o cordeiro, sendo animais, são personagens do texto porque:

a. (   ) antigamente os animais falavam.

b. (   ) na história, eles agem, falam e raciocinam como se fossem pessoas.

c. (   ) o texto fala sobre eles.

4. O autor caracteriza o lobo como um animal:

a. (   ) carnívoro e que se alimenta de outros animais.

b. (   ) de aspecto horrível, cruel, ruim, e injusto.

c. (   ) muito faminto.

5. Como o autor carateriza o cordeiro?

6. As respostas e os argumentos que o cordeiro apresentou ao lobo:

a. (   ) eram sem fundamentos.

b. (   ) foram respostas com fundamento, válidas e justas.

c. (   ) eram respostas que o lobo não conseguia entender.

7. Observando as respostas que o cordeiro deu ao lobo, podemos perceber que ele tratou bem ao lobo. Que palavra aparece repetida nas respostas do cordeiro, provando esse bom tratamento?

8.  O lobo e o cordeiro foram ao mesmo córrego. Com que finalidade cada um se dirigiu para lá?

9. O autor quis sugerir no final da história, quando o cordeirinho foi devorado pelo lobo, que:

a. (   ) a força sempre vence a razão.

b. (   ) nem sempre quem tem razão vence uma disputa.

c. (   ) podemos explorar os mais fracos.

10. Explique, com suas palavras, a moral da história ( a última linha do texto ).

____________________________________________________________

GABARITO

Questão

  1. b
  2. o lobo e o cordeiro
  3. b
  4. b
  5. como um animal inocente e medroso.
  6. b
  7. Ele usou a palavra "senhor" que demonstra referência e respeito
  8. Para matar a sede
  9. B
  10. Resposta pessoal. Deve conter explicações coerentes sobre o fato de que quem não quer ser convencido, não existem razões que o convençam.

comentários[0]

7

dez
2012

Lenda do guaraná

Lenda do guaraná
     Em uma aldeia dos índios Maués havia um casal, com um único filho, muito bom, alegre e saudável. Era muito querido por todos de sua aldeia, o que levava a crer que no futuro seria um grande chefe guerreiro.
     Isto fez com que Jurupari, o Deus do mal, sentisse muita inveja do menino. Por isso resolveu matá-lo. Então Jurupari transformou-se numa enorme serpente e, enquanto o indiozinho estava distraído, colhendo frutinhas na floresta, ela atacou e matou a pobre criança.
     Seus pais, que de nada desconfiavam, esperaram em vão pela volta do indiozinho, até que o Sol foi embora. Veio a noite e a Lua começou a brilhar no céu iluminando toda a floresta. Seus pais já estavam desesperados com a demora do menino. Então toda a tribo se reuniu para procurá-lo.
     Quando o encontraram morto na floresta, uma grande tristeza tomou conta da tribo. Ninguém conseguia conter as lágrimas. Neste exato momento uma grande tempestade caiu sobre a floresta e um raio veio atingir bem de perto do corpo do menino.
     Todos ficaram muito assustados. A índia-mãe disse: "- É Tupã que se compadece de nós. Quer que enterremos os olhos de meu filho, para que nasça uma fruteira, que será nossa felicidade".
     Assim foi feito. Os índios plantaram os olhinhos da criança imediatamente, conforme o desejo de Tupã, o rei do trovão.
     Alguns dias se passaram e no local nasceu uma plantinha que os índios ainda não conheciam. Era o guaranazeiro. É por isso que os frutos do guaraná são sementes negras rodeadas por uma película branca, muito semelhante a um olho humano. Agora, diz aí, quem não gosta de guaraná?


                                                           (tribo do guaraná - artigo da Internet)

1- Leia o trecho "Em uma aldeia dos índios Maués havia um casal, com um único filho, muito bom, alegre e saudável. Era muito querido por todos de sua aldeia, o que levava a crer que no futuro seria um grande chefe guerreiro". Por este trecho podemos afirmar que o texto é uma:

( ) notícia
( ) propaganda
( ) história

2- Na frase "Isto fez com que Jurupari, O Deus do mal, sentisse inveja do menino", a palavra grifada faz referência a:

( ) ao fato do indiozinho ser muito querido
( ) aos pais do indiozinho
( ) À enorme serpente

3- No trecho "... enquanto o indiozinho estava distraído, colhendo frutinhas na floresta, ela atacou e matou a pobre criança", as palavras grifadas dão ideia de que o índio:

( ) era indefeso
( ) estava perdido na floresta
( ) era medroso

4- Da saída do indiozinho até o momento em que a família o encontra, passaram-se
( ) dois dias
( ) algumas horas
( ) uma semana

5- Leia o trecho "Isto fez com que Jurupari, o Deus do mal, sentisse muita inveja..." Marque a frase em que a vírgula é utilizada da mesma maneira.
( ) ... com um único filho, muito bom, alegre e saudável.
( ) Agora, diz aí, quem não gosto de guaraná?
( ) Brasil, país do futebol, é também o país do guaraná.

6- De acordo com o texto, a frase que explica como o guaraná nasceu é:
( ) "Diz a lenda que o guaraná nasceu de uma paixão".
( ) "Os índios plantaram os olhinhos da criança e dias depois nasceu uma planta: o guaranazeiro".
( ) " Nascia na Fazenda Santa Helena o laboratório para produção do guaraná".

7- No trecho "... É Tupã que se compadece de nós. Quer que enterremos os olhos de meu filho, para que nasça uma fruteira, que será nossa felicidade", as aspas são utilizadas para:
( ) Marcar a oração dos índios
( ) destacar a fala de Tupã
( ) marcar a fala da mãe do indiozinho
8- No trecho "... ela atacou e matou a pobre criança", a expressão grifada significa que o índio:
( ) não tem o necessário para viver
( ) é um mendigo
( ) inspira compaixão

9- A frase "Agora diz aí, quem não gosta de guaraná?", é um jeito popular do adolescente falar. Se fosse escrita para pessoas idosas ficaria
( ) A maioria das pessoas gosta de guaraná, não é?
( ) Só bobo não se liga em guaraná!
( ) Galera, quem não gosta de guaraná?

10-Os frutos do guaraná são parecidos com os olhos humanos porque são:
( ) frutos mágicos de Deus Tupã
( ) sementes negras rodeadas por uma película branca.( ) os olhinhos da criança da tribo Maués.
11- Na frase"..enquanto o indiozinho estava distraído, colhendo frutinhas na floresta,..."A palavra em negrito pode ser substituído por que palavra sem perder o sentido original
(    ) atento
(    ) pensativo
(    ) indignado
12 - "Quando o encontraram morto na floresta, uma grande tristeza tomou conta da tribo."Qual o antônimo da  palavra em negrito
(    ) alegria
(    ) dor
(    ) angústia
13 - Qual o objetivo principal do texto
(     ) ensinar fazer guaraná            (     ) informar onde surgiu o guaraná
(     ) contar a lenda do guaraná     (     )  falar sobre os índios Maués
14 - . A índia-mãe disse: "___ É Tupã que se compadece de nós. Quer que enterremos os olhos de meu filho, para que nasça uma fruteira, que será nossa felicidade".
Para que serve o travessão nesta fras

comentários[0]

7

set
2011

A arte de ensinar!

 

Dia desses um garoto de oito anos contava para a mãe suas experiências na sala de aula. Comentava sobre cada professor, sua maneira de ser e de transmitir ensinamentos.
 
Dizia que gostava muito das aulas de uma determinada professora, embora não gostasse muito da matéria.
 
Comentava, ainda, que detestava ter que assistir as aulas de sua matéria preferida porque não gostava da professora.
 
Dizia, com a franqueza que a inocência infantil permite: A professora de História está sempre de mau humor. Ela grita com a gente por qualquer motivo e nunca sorri.
 
Quando passa uma lição e algum aluno não faz exatamente como ela mandou, faz um escândalo. Todos os alunos têm medo dela.
 
Já a professora de Português está sempre sorrindo. Brinca com a turma e só chama atenção quando alguém está atrapalhando a aula. Eu até fiz uma brincadeira com ela um dia desses, e ela riu muito.
 
Depois de ouvir atentamente, a mãe lhe perguntou: E por que você não gosta das aulas de religião, filho?
 
Ah, falou o menino, o professor é grosseiro e cínico. Critica todos os alunos que têm crença diferente da dele e diz que estão errados sempre que não respondem o que ele quer ouvir.
 
E, antes de sair para suas costumeiras aventuras com os colegas, o garoto acrescentou: Agora eu sei que, por mais complicada seja a matéria, o que faz diferença mesmo, é o professor.
 
De uma conversa entre mãe e filho, aparentemente sem muita importância, podemos retirar sérias advertências.
 
E uma delas é a responsabilidade que pesa sobre os ombros daqueles que se candidatam a ensinar.
 
Muitos se esquecem de que estão exercendo grande influência sobre as mentes infantis que lhes são confiadas por pais desejosos de formar cidadãos nobres.
 
Talvez pensando mais no salário do que na nobreza da profissão, alguns tratam os pequenos como se fossem culpados por terem que passar longas horas numa sala de aula.
 
Mais grave ainda, é quando se arvoram a dar aulas de Religião e agridem as mentes infantis com a arrogância de que são donos da verdade, semeando no coração da criança as sementes do cepticismo.
 
Quem aceita a abençoada missão de ensinar, deve especializar-se nessa arte de formar os caracteres dos seus educandos, muito mais do que adestrar-se em passar informações pura e simplesmente.
 
É preciso que aqueles que se dizem professores tenham consciência de que cada criatura que passa por uma sala de aula, levará consigo, para sempre, as marcas indeléveis de suas lições. Sejam elas nobres ou não.
 
É imprescindível que os educadores sejam realmente mestres, no verdadeiro sentido do termo.
 
Que ensinem com sabedoria, entusiasmo e alegria.
 
Que exemplifiquem a confiança, a paz, a amizade, o companheirismo e o respeito.
 
E aquele que toma sobre si a elevada missão de ensinar Religião, deverá estar revestido de verdadeira humildade e da mais pura fraternidade, a fim de colocar Deus acima de qualquer bandeira religiosa.
 
Deverá religar a criatura ao seu Criador, independente da Religião que esta professe, sem personalismo e sem o sectarismo deprimente, que infelicita os seres e os afasta de Deus.
 
Por fim, todo professor deverá ter sempre em mente que a sua profissão é uma das mais nobres, porque é a grande responsável por iluminar consciências e formar cidadãos de bem.
 
* * *
 
Mestre verdadeiro é aquele que ajuda a esculpir nas almas as mais belas lições de sabedoria.
 
Verdadeiro professor é aquele que toma das mãos do homem, ainda criança, e o conduz pela estrada segura da honestidade e da honradez.
 
O verdadeiro mestre é aquele que segue à frente, sinalizando a estrada com os próprios passos, com o exemplo do otimismo e da esperança.
 


comentários[0]

4

set
2011

Matemática e as profissões

 

Senão todas, quase todas as profissões apresentam em suas práticas, algo de Matemática. É claro que em algumas a Matemática aparece de forma mais intensa e em outras em menor intensidade, porém difícil é aquela que nada a possui.Abaixo, temos algumas das mais tradicionais profissões.

ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

A administração e, antes de tudo, planejamento, organização e controle. Logo, habilidade com números, espírito de liderança, capacidade de argumentação são atributos indispensáveis ao administrador.

Nos dias de hoje, um número cada vez maior de empresas privadas e publicas tem contratado profissionais dessa área, pois da atuação destes depende a produtividade e a competitividade nos empreendimentos, o capital investido e o próprio progresso econômico e social. Diante das exigências do mercado, da irreversível globalização da economia, do crescimento das atividades baseadas em alta tecnologia, o papel do administrador vem se tornando imprescindível.

O administrador pode atuar em cargo executivo, como empreendedor, como instrutor de programas de desenvolvimento gerencial e pesquisador. Na prática, ele elabora e aplica políticas econômicas, administrativas, implementa novos programas de ação, prepara planos de ação, prepara orçamentos para projetos e laudos, planeja e controla pesquisas, desde a montagem até o tratamento estatístico. Pode, ainda, analisar a estrutura de um organização, classificar cargos do pessoal e verificar sua adequação à estrutura a ao porte da empresa.

A matemática constitui um instrumento de trabalho fundamental para os profissionais da área. O administrador precisa de um amplo domínio da matemática para ser bem sucedido em seu trabalho, que depende, em grande parte, da exatidão dos números.

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

A biologia nada mais é do que o estudo da vida e dos seres vivos em suas diferentes manifestações. Cabe ao biólogo a classificação dos seres vivos de acordo com suas características, distribuição geográfica e ambientes em que vivem. O estudo dos efeitos de substâncias tóxicas e não tóxicas e de bactérias e microorganismos sobre os organismos vivos são também atribuições desse profissional, cujo trabalho está intimamente ligado ao mistério que cerca a formação da vida na natureza.

As especialidades nas quais a biologia se subdivide são . basicamente: zoologia, botânica, fisiologia, bioquímica, biotecnologia, genética e ecologia.

O curso de Ciências Biológicas oferece duas opções de formação universitária: bacharelado ou licenciatura.

O biólogo está habilitado para formular estudos sobre o meio ambiente (preservação e saneamento), assessorar e prestar consultoria desde que dentro de sua especialidade realizar perícias e emitir pareceres.

Esse profissional pode prosseguir carreira acadêmica no caso de optar pela licenciatura - ou trabalhar em museus, zoológicos, jardins botânicos, entidades de reflorestamento, entidades governamentais de pesquisa, além de estar apto para atuar nos ramos alimentício, farmacêutico, de açúcar, de álcool e de extração vegetal.

A matemática é importante para a sua formação e para o seu desempenho profissional, ocupando uma função complementar em seu currículo.

ARQUITETURA

Há séculos a arquitetura encanta o mundo com suas criações. Se em outros tempos os profissionais da área se valiam unicamente da estética e plasticidade para realizar seu trabalho, o arquiteto moderno dispõe de todos os avanços tecnológicos oferecidos pela ciência para proporcionar à Arte condições de se expandir cada vez mais. Hoje, a arquitetura pode ser definida como arte e tecnologia, estética e plasticidade a serviço do homem e do seu bem-estar.

A tarefa do arquiteto é ampla e não está ligada somente aos detalhes externos das construções. A ordenação dos espaços interiores, o tipo de material utilizado, problemas relativos à temperatura e à iluminação dependem de seus conhecimentos para serem resolvidos.

Assim, o arquiteto é também responsável pelo conforto, funcionalidade e higiene de uma construção, seja esta um museu, uma mansão, uma escola, seja um conjunto habitacional.

As atividades profissionais do arquiteto estão relacionadas, a priori, com edificações, conjuntos arquitetônicos, arquitetura paisagística e de interiores, planejamento físico, local, urbano e regional.

O profissionais moderno, no entanto, cria também logotipos para empresas e produtos, capas de livros, fachadas de lojas, estandes de exposição, entre outros, demonstrando, assim, o quanto pode ser diversificada a sua atividade.

A matemática é essencial para que o arquiteto possa desenvolver o seu trabalho, e sem ela não seria possível a construção da mais simples casa ou mesmo de um pequeno jardim de inverno.

ENGENHARIA

A engenharia propriamente dita pode ser definida como "a arte de aplicar conhecimentos e habilitações específicas à criação de estruturas, dispositivos e processo: para a conversão de recursos naturais em formas adequadas ao atendimento das necessidades humanas". Assim, a engenharia divide-se em vários ramos, abrangendo diversos segmentos do mercado de trabalho. Os ramos mais conhecidos entre nós são:

  • a engenharia civil, à qual cabe a criação de projetos e a construção de edifícios, estradas, túneis, metrôs, ferrovias, barragens, portos, aeroportos, usinas, entre outros;

  • a engenharia de computação, que projeta, especifica e organiza sistemas computacionais;

  • a engenharia elétrica, que é responsável pela computação microeletrônica, pelas usinas hidrelétricas e pelos sistemas de telecomunicações;

  • a engenharia mecânica, responsável pelo desenvolvimento de elementos de máquinas e máquinas completas e pela criação de dispositivos mecânicos;

  • a engenharia metalúrgica, à qual cabe o conhecimento da estrutura e da propriedade dos metais, dos fundamentos físico-químicos das reações e dos princípios de fenômenos de transporte;

  • a engenharia química, que atua na indústria química, petroquímica, alimentícia e em diversos outros setores industriais;

  • a engenharia de alimentos, responsável pelos processos industriais da área alimentícia: enlatamento, refrigeração, conservação e preparo dos produtos.

Além desses, a engenharia tem muitos outros ramos: naval, florestal, cartográfico, de produção, de materiais e de minas.

A matemática é imprescindível à formação desses profissionais, é parte integrante e constante do seu trabalho. Sem ela, nenhum ramo da engenharia poderia existir.

ODONTOLOGIA

Durante muito tempo, as atividades básicas da odontologia foram executadas por pessoas não qualificadas, como barbeiros e ambulantes, que tratavam dos dentes das pessoas em instalações precárias, sem as mínimas condições de higiene e sem fazer uso de nenhum tipo de anestesia.

No entanto, desde a formação da primeira escola dentária (em 1840, nos Estados Unidos) até os dias de hoje, o progresso da odontologia tem sido notável e muito rápido.

Definida como a ciência encarregada de prevenir, diagnosticar e tratar enfermidades, deformações, lesões nos dentes e tecidos bucais, a odontologia moderna divide-se em várias especializações: periodontia, ortodontia, endodontia, odontopediatria, implantodontia, prótese, dentística, cirurgia e odontologia preventiva e social.

O dentista está habilitado a exercer sua profissão como clínico geral ou como especialista - título este obtido através de cursos que podem ser feitos após o término da graduação.

O profissional dessa área pode montar consultório próprio ou trabalhar em clínicas particulares, escolas, empresas, prontos-socorros, policlínicas, creches, hospitais públicos e privados.

No Brasil, o campo de trabalho para o dentista é - pelo menos em termos numéricos - bastante vasto. Tanto a odontologia preventiva quanto as demais especialidades dessa profissão são muito necessárias para que seja possível reduzir a lamentável estatística da Organização Mundial da Saúde (OMS), segundo a qual 99% da população brasileira têm cáries nos dentes.

A matemática serve ao dentista para calcular composições de amálgamas, posologias, doses de anestésicos e também para auxiliar no dimensionamento de próteses e aparelhos corretivos.

DIREITO

Com base nas leis e na Constituição do país, o advogado é o profissional legalmente habilitado para representar e defender os interesses de seus clientes em qualquer juízo ou tribunal e também nas questões não judiciais.

Sempre sujeito a um código de ética, o advogado é o único que pode elaborar e subscrever petições iniciais, contestar memoriais, razões, minutas e contraminutas em processos, entrar com habeas-corpus, recorrer nas decisões judiciais, fazer contratos e exercer defesa.

No entanto, para o exercício da profissão após a conclusão do curso, é necessário fazer estágio e submeter-se a um exame da OAB - entidade que exerce função de fiscalizadora da capacitação dos profissionais da área.

O bacharel em Direito pode dedicar-se à área jurídica, tornando-se delegado de polícia, promotor de justiça ou juiz de Direito. Como promotor, elabora pedido, contestações, réplicas, memoriais. Na área de magistratura, pode atuar como juiz, desembargador ou ministro. O ingresso nessas carreiras é feito através de concurso público.

Há, ainda, outras opções para o advogado, como trabalhar em assessoria e consultoria jurídica de empresas públicas e privadas ou o magistério superior, caso escolha a carreira acadêmica.

A matemática possui um papel complementar - porém importante no dia-a-dia desse profissional quando trabalha com causas que envolvem bens, valores, partilhas e heranças.

GEOLOGIA

Geologia é a ciência encarregada de estudar a composição, a estrutura e a evolução do globo terrestre.

Logo, cabe ao geólogo, através de escavações e observações meticulosas, inteirar-se dos processos que ocorrem no interior e no exterior da camada rochosa do planeta

Suas atividades abrangem a localização e avaliação de depósitos minerais, investigação de problemas geológicos, elaboração de projetos de análise e planejamento ambiental, entre outras.

Onde houver depósitos minerais, bacias petrolíferas, vestígios de antigas civilizações, fósseis minerais e animais, lá deverá estar o geólogo para decifrar os sinais perpetuados nos rochedos e nas pedras.

O geólogo pode atuar, basicamente, em seis áreas: mineração, geologia de engenharia, hidrogeologia, geologia de petróleo e geologia ambiental ou magistério.

O mercado de trabalho é composto por universidade construtoras, empresas de mineração e perfuração, institutos de pesquisa, além de organismos como Petrobrás, Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais (CPRM), Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

A Matemática é imprescindível ao trabalho do geólogo que utiliza um sem-número de seus princípios para escavar conhecer e avaliar os segredos do solo e das pedras.

JORNALISMO

A grande função do jornalista consiste em transmitir, de forma clara e objetiva, os acontecimentos que presencia e testemunha.

Embora simples, essa definição abrange as principais atribuições desse profissional, que desempenha um papel da maior importância nos dias de hoje.

Os meios de comunicação são responsáveis pela veiculação de notícias, tendo se transformado, ao longo do tempo, em formadores de opinião pública. Assim, cabe ao jornalista selecionar e apurar os fatos, gerar e veicular as informações de acordo com as necessidades da sociedade. Criatividade, dinamismo e flexibilidade são alguns dos atributos necessários a quem deseja seguir esta carreira, pois a globalização das telecomunicações exige rapidez cada vez maior na veiculação das notícias. Este é também um trabalho para aqueles que têm, de certa forma, o gosto pela aventura.

O jornalista está apto a trabalhar como repórter, redator, editor, assessor de imprensa e apresentador de noticiários de rádio ou televisão.

Os bacharéis em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo também podem desempenhar outras funções em áreas ligadas à redação, como revisão ou coordenação de textos, organização e administração técnica de serviços ligados à divulgação de notícias, foto-reportagens, diagramação, paginação, arte e editoração.

A Matemática é muito útil ao jornalista que utiliza dados estatísticos em seus trabalhos. Torna-se particularmente importante para aqueles que trabalham em editoriais de economia e política.

MEDICINA

A medicina é a ciência que está mais diretamente ligada à vida. Responsável pela prevenção, detecção e cura das doenças - físicas e psicológicas - que acometem os seres humanos, os médicos, podem se valer, hoje, de diversos avanços tecnológicos e científicos que propiciam a descoberta da cura de muitos males.

As atividades desse profissional estão diretamente relacionadas ao estudo dos fenômenos biológicos do organismo humano, à pesquisa de novos tratamentos e medicamentos e aos exames clínicos de modo geral.

Ao contrário do que acontecia em outros tempos, dispomos hoje de um grande números de profissionais especializados no tratamento de um órgão ou de um sistema de órgãos - o que permite maior aprofundamento e maior conhecimento sobre todos os mecanismos que compõem o corpo humano.

A medicina forma profissionais especializados em pediatria, ginecologia e obstetrícia, oftalmologia, anestesiologia, cirurgia e ortopedia, clínica médica, dermatologia, radiologia, neurologia, psiquiatria, medicina legal, saúde pública, patologia, entre outros ramos.

O médico esta apto para trabalhar em hospitais, clínicas, casas de saúdes, sanatórios, escolas, laboratórios, instituições públicas ou recreativas, instituições cientificas e de pesquisas. Pode, ainda exercer atividade liberal montando clínica própria.

A matemática esta presente nessa atividade - tão antiga quanto diversificada - e muito contribui para o seu desenvolvimento. Apesar de os médicos não necessitarem do conhecimento pleno dessa ciência, necessitam de conhecimentos inter-relacionados de estatísticas, física e matemática, para que possam alcançar bons resultados em seu trabalho.

AGRONOMIA

A origem dessa ciência está diretamente ligada a uma das mais antigas atividades humanas: a agricultura. Grandes civilizações tiveram início a partir do momento em que o homem aprendeu a cultivar a terra e abandonou a vida nômade. Assim, a agronomia é responsável pela nossa sobrevivência através do uso equilibrado e sustentável , do solo.

Hoje, graças a avanços científicos e tecnológicos, a Agronomia ocupa-se não só do estudo do solo e das sementes, mas também de todo tipo de produção vegetal, bem como da análise das relações entre a natureza e os seres vivos e os meios de produção.

O estudo do solo também compete ao agrônomo, cabendo-lhe investigar sua natureza e conservação, aplicação de adubos, preservação, fertilidade, preparação para semeadura, manejo e adequação para o cultivo de determinadas plantas. Também faz parte de suas atribuições o planejamento, a direção e a execução de serviços relativos a adubação, plantio, combate a pragas, colheita, armazenamento e industrialização de produtos alimentícios de origem vegetal ou animal.

O mercado de trabalho para esse profissional é vasto, e o agrônomo pode trabalhar em fazendas, companhias agrícolas, instituições de pesquisas, empresas de consultoria, indústrias processadoras de alimentos, produtoras de adubos e rações, órgãos de fiscalização e inspeção, cooperativas e sindicatos. O governo, no entanto, é o maior empregador desse profissional e absorve, atualmente, grande parte dos que estão atuando no mercado.

A Matemática ocupa um lugar muito importante no cotidiano dos profissionais dessa área, tanto no cálculo dos componentes químicos destinados à fertilização quanto no dimensionamento das áreas a serem cultivadas.

PSICOLOGIA

A Psicologia dedica-se basicamente ao estudo do comportamento humano. Conhecer as emoções e os problemas das pessoas e ajudá-las a encontrar o equilíbrio e o bem-estar é a principal tarefa do psicólogo.

Os cursos de Psicologia oferecem três áreas de formação profissional aos universitários: clínica, escolar e organizacional.

A Psicologia clínica permite ao terapeuta atuar em hospitais psiquiátricos, instituições de repouso, de reabilitação, ou em clínica própria. Esse profissional está habilitado a auxiliar pessoas ou grupos que necessitem de ajuda para superar dificuldades emocionais.

Na área escolar o psicólogo trabalha com alunos, professores, diretores, funcionários e familiares. Sua principal função é, através de diagnósticos, ajudar a minimizar os problemas relacionados à aprendizagem escolar.

O psicólogo organizacional atua junto a empresas, cuidando para que haja uma relação saudável entre empregados e empregadores.

O mercado de trabalho para o psicólogo é vasto, pois esse profissional, seja qual for o setor em que atua, tem como responsabilidade ajudar as pessoas a restabelecer a saúde

mental e encontrar o equilíbrio de suas emoções - tarefa de grande necessidade nos dias conturbados que vivemos.

A Matemática mostra-se importante para o trabalho do psicólogo, principalmente para a análise de dados estatísticos e avaliação de testes.

QUÍMICA

A química é a ciência responsável, basicamente, pelo estudo da matéria - suas propriedades, transformações e leis. Cabe ao químico realizar estudos, ensaios e experiências para criar ou aprimorar processos de transformação da matéria.

Atualmente a química se divide em três áreas: analítica, inorgânica e físico-química ( que inclui duas especializações químicas biológicas e química quântica ).

A química está estreitamente ligada a diversas atividades, como: engenharia, agronomia, geologia, ciência da saúde, ciências ambientais, entre outras, fazendo com que o campo de atuação de seus profissionais seja bastante vasto e diversificado.

Como ocorre com as demais ciências, a aplicação dos conhecimentos de um químico pode se dar de duas formas: no campo acadêmico, ou no campo tecnológico. No plano acadêmico, cabe ao profissional ampliar o conhecimento através de estudos e pesquisas; no tecnológico, com a ajuda da tecnologia o profissional dedica-se ao desenvolvimento de novos materiais, tais como medicamentos, combustíveis, perfumes ou cosméticos.

Os cursos de químicas nas universidades são oferecidos em três modalidades: licenciatura, bacharelado cientifico e bacharelado com atribuições tecnológicas ( química industrial ).

O mercado de trabalho para o químico é grande e inclui industrias, laboratórios de empresas, instituições de pesquisas e universidades ( carreira acadêmica).

O conhecimento da matemática é imprescindível à formação do químico - que depende de cálculos e mais cálculos para o desenvolvimento de suas analises e pesquisas.

Bibliografia: Matemática na escola do segundo grau

Antônio dos Santos Machado

comentários[0]
Assinar RSS

mais buscadas

2004-2011 Educação Adventista Todos os direitos reservados.