Portal da Educao Adventista

*Professor Genivaldo *

30

jun
2012

Escadaria maia com maior hieróglifo do país é encontrada

 

Arqueólogos americanos e guatemaltecos anunciaram nesta quinta-feira que encontraram uma escadaria maia que contém os escritos hieróglifos da civilização pré-colombiana mais longos encontrados até agora na Guatemala e que fazem referência ao 13 B'aktun, calendário maia de longa contagem.

 

A descoberta aconteceu em abril, no projeto arqueológico La Corona, no departamento de Petén, que faz fronteira com o México e o Belize, informou o americano coordenador do projeto, Marcelo Canuto, em entrevista coletiva. Ele explicou que a escadaria, que contém retratos de reis e textos hieróglifos que seriam os mais longos, foi encontrada durante uma pesquisa realizada por estudantes das universidades Del Vale (Guatemala), Tulane e Texas (Estados Unidos).

 

Canuto disse que essa é uma das descobertas epigráficas mais significativas das últimas décadas na Guatemala, já que data do ano de 696 d.C. O arqueólogo comentou que os últimos três blocos da escadaria fazem referência ao 13 B'aktun, que termina em 21 de dezembro. Canuto disse que La Corona, no município de San Andrés, foi um dos sítios arqueológicos "mais saqueados", e muitos painéis de hieróglifos foram vendidos nos EUA e na Áustria, entre outros países.

 

Segundo o especialista, o descobrimento da escadaria deixa claro mais uma vez que os antigos maias usavam seus calendários para promover mensagens positivas. Canuto, que também é diretor do Middle American Research Institute da Universidade de Tulane, explicou que o local foi encontrado em meados de 1990, mas foi apenas em 2005 que os arqueólogos começaram a trabalhar e, em 2008, foi estabelecido o projeto.

 

O arqueólogo Tomás Barrientos, da Universidade del Vale, apontou que os textos falam do final do 13 B'aktun, que erroneamente foi associada com o fim do mundo. "Este texto fala da história política de La Corona e não de profecias", esclareceu. Segundo Barrientos, a data aparece em um dos painéis que se referem à visita do governante maia mais poderoso da época, Yuknoon Yich'aak K'ahk, de Calakmul, no ano 696 d.C. à La Corona.

 

"Este foi um período de caos político na região maia, onde este rei teria sentido a necessidade de se referir ao grande ciclo do tempo que termina em 2012", disse, por sua vez, o arqueólogo David Stuart, da Universidade do Texas, que está há 15 anos estudando a região. Canuto encerrou a entrevista com um anúncio: "estamos fazendo um mapa do local para entender a vida social, política e econômica da região".

 

Fonte: Terra

comentários[0]

29

jun
2012

IBGE: catolicismo cai 22,4% e vê nova ascensão de evangélico

 

Herança da colonização portuguesa, o catolicismo enfrenta o momento de maior arrefecimento da história do Brasil. É o que constatou o levantamento feito em todos os municípios do País no Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia a Estatística (IBGE), que pesquisou em diversos níveis os aspectos religiosos da população brasileira. Em pouco mais de 20 anos, o número de brasileiros que se declararam católicos caiu 22,4%.

 

Para se ter uma ideia, em 1940, o mesmo IBGE constatava um percentual de 95% de católicos no Brasil. Em 1991, este número passou para 83%. Posteriormente, em 2000, na queda mais acentuada, foi para 73,6%, até chegar, 10 anos depois, nos atuais 64,6% dos cerca de 190 milhões de brasileiros .

 

Mesmo mantendo sua predominância, o catolicismo perde cada vez mais terreno para a religião evangélica. A pesquisa do Censo constatou que 22,2% do País está inserido nas crenças das igrejas de missão e pentecostais, dentre outras que pregam o evangelismo. O salto de 6,8%, em relação ao levantamento do ano 2000, se torna ainda maior se voltarmos ao ano de 1940, quando os evangélicos entraram na pesquisa e apareciam apenas com 2,6%. Ou seja, em pouco mais de 70 anos, cresceram 20,4%.

 

"Entre os católicos é comum ter pessoas não praticantes, que se declaram católicos. E nas outras religiões não, o que se declara é um participante mesmo. Essa é a grande diferença. O evangélico, por exemplo, participa muito mais. É fiel aos princípios da igreja", diz Cláudio Crespo, coordenador de população e indicadores sociais do IBGE. "A tendência é essa, de redução da população que se declarou católica, algo que vem sendo observado desde a década de 90", completa.

 

Se o catolicismo ainda é hegemônico, o Brasil, no entanto, convive cada vez mais com a pluralidade religiosa. O Censo revelou que 2% dos entrevistados se declararam espíritas (aumento de 0,7% em relação ao ano de 2000), enquanto que umbanda e candomblé respondem por 0,3% (sem alteração). Outras religiosidades, como o islamismo, por exemplo, estão presentes em 2,7% (acréscimo de 0,9%) da população, enquanto que 8% dos brasileiros não têm religião. Apenas 0,1% não souberam responder, ou não quiseram prestar a informação.

 

"Neste contexto, o (Estado do) Rio Grande do Sul é um exemplo interessante disso, porque dependendo da região, e da ocupação que ocorreu, o Sul tem uma presença espírita e umbandista forte, tem uma ocupação de evangélicos de missão e também de católicos. É um Estado que se mostra bastante plural", exemplificou Crespo.

 

Nas regiões Norte e Centro-Oeste a diversificação dos grupos religiosos é marcada pela presença expressiva de evangélicos, sobretudo dos pentecostais, os quais têm também importante presença nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Os católicos, por sua vez, ainda que soberanos, têm maior representatividade no Nordeste: 72% dos habitantes.

 

No comparativo dos sexos, 65,5% dos homens brasileiros se declararam católicos, na maior presença masculina dentre as religiões. Nas demais crenças, as mulheres são maioria: 24,1% são evangélicas, 2,3%, espíritas, 0,3% adeptas da umbanda e candomblé e 2,9%, de outras religiões.

 

Mais de 42 milhões de fiéis


O avanço das Igrejas Evangélicas no Brasil é ainda mais clara quando os percentuais são deixados de lado para o comparativo dos números brutos da pesquisa. São exatos 42.275.440 brasileiros que se declararam evangélicos, enquanto os católicos apostólicos romanos, majoritários, formam um grupo de 123.280.172 habitantes.

 

Dos cerca de 42 milhões de evangélicos, mais de 25 milhões são de origem pentecostal. Somente a Assembleia de Deus, Igreja de maior representatividade, possui 12 milhões de fiéis. Elas serviram de alicerce, ainda, para outro dado importante: enquanto 79% dos moradores de áreas urbanas responderam que são católicos, o maior número absoluto dos que moram no campo, nas grandes cidades, 23,5% são evangélicos.

 

"A partir do êxodo rumo às grandes cidades, da década de 70 para 80, você tem o surgimento da Igreja Universal do Reino de Deus, por exemplo, que aproveita a oportunidade para criar o que chamamos de igreja de periferia, como igreja de portas abertas para receber esse pessoal 'sem eira nem beira', sem ter onde ficar", explica Maria Goreth, coordenadora de indicadores sociais do IBGE.

 

Este efeito migratório encontra reflexo ainda nas idades dos entrevistados. Se os católicos encontram mais representatividade entre os brasileiros que têm mais de 40 anos, ou seja, oriundos da época em que o catolicismo era soberano, os evangélicos têm maior proporção entre crianças e adolescentes, que escolheram a religião que acolheu os pais neste êxodo.

 

Outras curiosidades


- O município de União da Serra, no Rio Grande do Sul, é o mais católico do Brasil: 99,18% dos moradores seguem da religião; - O município de Arroio do Padre, também no RS, é o mais evangélico: 85,84% dos moradores; - Palmelo, em Goiás, concentra o maior número de espíritas: 45,5%; - Cidreira, novamente no RS, tem 5% de praticante de umbanda e candomblé; - O islamismo responde apenas por 1,2% do grupo de outras religiosidades; - Sobre os que se declararam sem religião, 4% são ateus.

 

comentários[0]

28

jun
2012

6 sinais de que você está desidratado

 

 

No frio é fácil esquecer de beber água. Aprenda a reconhecer os sinais de que o corpo precisa de mais líquido

 

             Getty Images

                        Hidratação: no frio é fácil esquecer de beber água

A desidratação ocorre quando o corpo não tem fluidos em quantidade suficiente para continuar funcionando  adequadamente.


Se não ingere quantidade suficiente de líquido o corpo sofre mais risco de desidratação, especialmente em caso de diarreia.

 

Esse quadro pode ser particularmente perigoso para idosos e pessoas com o sistema imunológico enfraquecido.

 

O Sistema Nacional de Informações sobre Doenças Digestivas, dos Estados Unidos, orienta: qualquer pessoa com os sinais listados a seguir deve ser encaminhada para avaliação médica, pois pode estar desidratada. São eles:

 

1.Sede

2.Urina escura ou pouco frequente

3.Pele seca

4.Desmaios ou tonturas

5.Cansaço

6.Pele que não retorna ao normal depois de ser beliscada

 

Fonte: IG

comentários[0]

28

jun
2012

Alimentos antienvelhecimento

 

                            

 Getty Images: Alimentos antioxidantes: eles ajudam a prevenir o envelhecimento das células e até a evitar doenças

 

Eles ficaram famosos pela capacidade de combater os radicais livres no organismo e com isso retardar o envelhecimento das células.

 

Mais recentemente, pesquisas indicam que, inseridos na alimentação diária, ao antioxidantes auxiliam na boa saúde do organismo e podem inclusive ajudar a proteger o organismo do câncer e de doenças do coração.

 

Os efeitos dos antioxidantes na prevenção de doenças crônicas têm sido estudados há alguns anos, informa a nutricionista Milene Amarante Pufal, do Centro da Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital São Lucas da PUCRS.

 

"A função deles é combater os chamados radicais livres, que afetam negativamente o organismo e são produzidos naturalmente pela respiração e na produção de energia", explica Milene.

 

Entre os alimentos mais ricos em antioxidantes estão os vegetais verdes folhosos - especialmente as ervas aromáticas. Sobre isso, aliás, a nutricionista dá uma dica importante: eles são melhor aproveitados quando o alimento que os contém é ingerido in natura.

 

As principais vitaminas antioxidantes são A, C e E, ensina a nutricionista Karina Barros. Portanto, frutas e verduras em geral são alimentos ricos nestas substâncias.

 

"Entre elas, algumas são capazes de agir combatendo os radicais livres, como o licopeno, encontrado no tomate, e os polifenóis, encontrados em chás, suco de uva, azeite de oliva e frutas oleaginosas" diz Karina.

 

Os cientistas no Instituto Nacional do Envelhecimento, uma divisão dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos criaram um método para medir a capacidade antioxidante de alimentos, a tabela ORAC (do inglês, Oxygen Radical Absorbance Capacity).

 

"O método ORAC é interessante para saber a capacidade de antioxidação de um alimento, mas ter uma dieta saudável e variada já é capaz de garantir o equilíbrio entre as substâncias oxidantes e antioxidantes no organismo", ressalta a nutricionista Karina Barros, lembrando que é importante haver equilíbrio entre os compostos oxidantes e antioxidantes para a manutenção da boa saúde.

 

"Quando há um desequilíbrio entre essas substâncias e um excesso de radicais livres formados, ocorre o estresse oxidativo. É ele que danifica as células e os tecidos, e pode ser responsável pelo início do envelhecimento precoce e de muitas doenças", esclarece a nutricionista.

 

Conheça os principais compostos antioxidantes encontrados nos alimentos:

 

 

 

 

 

Vitamina E - também previne a oxidação da LDL, o mau colesterol. É encontrada em: avelãs, nozes, sementes, óleo de peixe

Vitamina C - também age nutrindo as células e protegendo-as de danos causados pelos oxidantes. É encontrada em: morango, laranja, abacaxi ou kiwi

Carotenoides - o betacaroteno e o licopeno pertencem a este grupo. São encontrados em: cenoura, frutas vermelhas, tomate, abóbora, damasco, beterraba, pitanga, mamão, manga e batata-doce

Polifenois - o resveratrol e os flavonoides são os principais integrantes do grupo. São encontrados em: alface roxa, couve, chocolate, canela, orégano, azeite, chá, rúcula, espinafre, brócolis, uva, banana, goiaba, gengibre, nozes, cravo e vinho tinto

 

Fonte: IG

comentários[0]

28

jun
2012

Obras de metrô revelam estrada milenar na Grécia

 

AP Photo/Nikolas Giakoumidis

 

Estrada feita de mármore foi descoberta durante escavações para obras de nova linha de metro em Thessaloniki, Grécia

Arqueólogos encontraram, na segunda maior cidade da Grécia, 70 metros de parte de uma antiga estrada construída por romanos, que era a principal via de acesso à cidade há 2 mil anos.

 

A estrada foi descoberta durante as escavações para o novo sistema de metro de Thessaloniki, que deve ser concluído em quatro anos. A estrada pavimentada em mármore está no norte da cidade ficará em exposição permanente quando o metro for inaugurado em 2016.

 

O local de escavação foi apresentado ao público nesta segunda. Várias das grandes pedras de mármore foram gravadas com jogos de tabuleiro para crianças, enquanto outras foram marcadas por rodas de carroças puxadas por cavalos.

 

Viki Tzanakouli, um dos arqueólogos que trabalharam no projeto, disse que a estrada romana tinha cerca de 1.800 anos, enquanto os restos de uma estrada mais antiga e construída pelos gregos, que também foram descobertos no local, eram 500 anos mais antigos.

 

Fonte: IG

comentários[0]

27

jun
2012

Crianças na cadeia: Hungria rebaixa idade penal para 12 anos

 

O Parlamento húngaro aprovou uma reforma do código penal que rebaixa a idade penal de 14 para 12 anos em casos de crimes contra a vida e a integridade física.
A nova legislação, que foi aprovada na noite desta segunda-feira, 26, com os votos dos deputados do conservador Fidesz, o partido governista, entrará em vigor a partir de 2013, informou a imprensa local nesta terça-feira, 26.



O escritório local da Unicef, por sua vez, reprovou essa decisão do parlamento húngaro. Em comunicado, a organização aponta que com esta legislação a Hungria "viola gravemente o Acordo de Direitos de Menores da ONU".



Diferentes organizações civis também protestaram contra a aprovação dessa lei. O principal argumento usado pelos que não apoiam a redução da idade penal é que as crianças envolvidas neste tipo de crime, geralmente, também são vítimas da falta de estrutura familiar.



Desta forma, os coletivos contrários a redução penal na Hungria, além da anulação desta medida, também cobram do Executivo mais medidas disciplinares e de ajuda.



A nova legislação contempla que as crianças a partir de 12 anos poderão ser condenados com um máximo de quatro anos de internamento em centros específicos para menores.



O novo código penal também endurece a lei contra injúrias aos símbolos nacionais, como a chamada "Santa Coroa", que foi usada pelos reis húngaros e que ainda hoje é considerada um símbolo da história da Hungria pela direita e pelos nacionalistas, apesar do país ter se tornado uma república desde 1918.



Essa modificação, que se une à proteção que o código oferece ao hino, a bandeira e o escudo nacionais, foi proposta pelo partido ultranacionalista Jobbik e respaldada pelo Fidesz.

 

Fonte: Tribuna

comentários[0]

27

jun
2012

Aluna publica foto de bumbum da professora na internet

 

Pais são condenados por imagem que tinha a descrição "televisão de 42 polegadas"

 

A Justiça do Rio de Janeiro condenou os pais de uma menor de idade a indenizar a professora de sua filha em R$ 5.000 por danos morais. A decisão é da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça.

 

Segundo a Justiça, a menina tirou, sem a sua autorização, uma fotografia de suas nádegas e postou em um site de relacionamento com a descrição "televisão de 42 polegadas".  A escola particular fica em Campo Grande, zona oeste carioca.

 

A professora soube da foto através dos próprios alunos e o fato, segundo ela, causou à professora vexame e humilhação.

 

Os pais da menor alegaram que são zelosos e atentos com a conduta escolar da menina e que procuraram a professora, mesmo sob a negativa da filha de ter cometido o ato, para se desculparem.

 

Os pais afirmaram também que, não há provas de que a fotografia foi tirada pelo aparelho celular da menor e que houve exagero da professora, que poderia ter levado o caso para a direção da escola.

 

De acordo com o relator do caso, o desembargador José Carlos Varanda, "o fato viola o direito de imagem e trouxe constrangimentos para a autora onde leciona e os pais são responsáveis pelos atos dos filhos menores".

 

Fonte: Tribuna

comentários[0]

27

jun
2012

Tablets interferem tratamento de doença

 

Tablets interferem com válvula usada para tratar doença no cérebro

 

Estudo mostrou que iPad pode alterar configurações de aparelho médico.


Válvula regula líquidos no cérebro de pessoas com hidrocefalia.

 

Cientistas norte-americanos descobriram que os tablets podem causar interferência e prejudicar o funcionamento de um aparelho médico usado no tratamento da hidrocefalia.

 

A hidrocefalia é um acúmulo de líquidos no cérebro, que pode provocar dificuldades de aprendizado, entre outros problemas. Dependendo do caso, os médicos colocam válvulas dentro do cérebro para controlar o fluxo dos líquidos e evitar os danos causados pela condição.

 

Essas válvulas são programadas magneticamente. Um estudo publicado nesta terça-feira (26) na edição online da revista médica "Journal of Neurosurgery: Pediatrics" mostra que ímãs presentes em alguns tablets, como o iPad 2, podem afetar o funcionamento das válvulas.

 

A experiência foi feita com válvulas de diferentes fabricantes, e cada uma delas ficou dez segundos exposta a um iPad 2. Os pesquisadores concluíram que quanto mais perto o tablet ficar da válvula, maior o risco. Com distâncias menores que 1 centímetro, a configuração da válvula foi alterada em mais da metade dos casos.

 

A ideia para o estudo partiu da mãe de uma menina de quatro meses com hidrocefalia, cuja válvula parou de funcionar corretamente. A mãe relatou que tinha usado um tablet com a criança no colo.

 

Os médicos então conduziram a pesquisa e descobriram que havia uma ligação entre os dois fatos, e que a relação não era uma coincidência. O resultado sugere, portanto, que pais e enfermeiros evitem usar tablets perto de crianças com o aparelho na cabeça.

 

Fonte: G1

comentários[0]

27

jun
2012

Metade dos brasileiros não se preocupa com desperdício água

 

Uma pesquisa realizada pela ONG internacional WWF cujos resultados foram divulgados nesta terça-feira apontou que 48% dos brasileiros reconhece que consome água sem se preocupar com o desperdício e 30% afirma demorar mais de 10 minutos no banho.

 

Além disso, 45% admite que não adota nenhuma medida que possa reduzir o consumo de água, como a de fechar a torneira enquanto escova os dentes. Diante desse consumo sem controle, 80% dos brasileiros reconhece que poderá ter problemas de fornecimento de água no futuro, e 68% admite que o desperdício será a principal causa do problema.

 

Segundo a pesquisa, que a WWF encomendou ao Ibope e que em novembro do ano passado ouviu 2.002 pessoas em 26 Estados, o brasileiro não só admite que desperdiça água mesmo estando consciente que têm que economizar, mas também não coloca em prática medidas que conhece e que ajudariam a reduzir o consumo.

O mais grave é que uma pesquisa parecida realizada há cinco anos mostrou que a preocupação era maior naquela época. Em 2006, apenas 37% disse consumir água sem se preocupar com o desperdício e 18% admitiu demorar mais de dez minutos no banho. Segundo o coordenador do Programa Água para a Vida do WWF-Brasil, Glauco Kimura de Freitas, uma pessoa gasta 100 l de água em um banho de 10 minutos.

 

Embora a agricultura consuma 70% da água usada no País, o 81% dos entrevistados considera que os maiores consumidores são a indústria e as residências. A pesquisa mostrou, além disso, que 67% das residências brasileiras enfrenta algum tipo de problema por falta de água e que o recurso já é pouco em 29% dos domicílios da região Nordeste.

 

Segundo dados da ONG, o consumo médio de água do brasileiro é de 185 l diários por habitante, abaixo do europeu (200 l), mas muito superior ao de regiões em que o recurso é pouco, como o próprio Nordeste (100 l) e África Subsaariana (menos de 50 l).

 

Fonte: Terra

comentários[0]

27

jun
2012

Tanzânia: girafa se hospeda em hotel e toma banho de piscina

 

A girafa Monduli passeia pelo resort quase diariamente, mergulha na piscina e já tentou jogar polo aquático. Foto: Daily Mail/Reprodução

A girafa Monduli passeia pelo resort quase diariamente, mergulha na piscina e já tentou jogar polo aquático
Foto: Daily Mail/Reprodução

 
 

Monduli, uma girafa macho de 3 anos, é quase hóspede de um resort na Tanzânia. O animal de 4 metros de altura passeia quase que diariamente pelo Kilimanjaro Golf and Wildlife Estate, onde aproveita para dar um mergulho na piscina do hotel. Os funcionários do hotel já tratam Monduli como um "habitué": a girafa já tentou até jogar polo aquático.

 

Segundo o jornal online Daily Mail, Monduli passou a frequentar o resort desde que foi resgatado quando bebê pela polícia ambiental. O gerente do local, Zummi Cardoso, disse que a girafa ficava muito sozinha, já que é o único representante de sua espécie vivendo no local.

 

"Ele está conosco há cerca de três anos, e nós o alimentamos de mamadeira por mais de um ano", disse Cardoso. Segundo o gerente do estabelecimento, a girafa "tem a companhia de várias zebras, gnus e gazelas, mas pensa que é um ser humano, por isso, mergulha na piscina".

 

"Monduli às vezes gosta de participar dos jogos no clube de polo e frequentemente visita os cavalos de polo", afirmou Cardoso. "Ele adora participar de qualquer atividade no clube, e mesmo que não seja bem-vindo, ele não é facilmente dissuadido", disse o gerente.

 

Fonte: Terra

comentários[0]

27

jun
2012

Gabão incinera cinco toneladas de marfim de 850 elefantes

 

Autoridades do Gabão queimam 5 toneladas de marfim, estimadas em R$ 25 milhões, em Libreville. Foto: AP

Autoridades do Gabão queimam 5 toneladas de marfim, estimadas em R$ 25 milhões, em Libreville
Foto: AP

 
 Cinco toneladas de marfim, presas em estado bruto e peças esculpidas por um valor de 10 milhões de euros foram incineradas nesta quarta-feira pelas autoridades do Gabão na presença do presidente do país, Ali Bongo Ondimba, que desejava mostrar, assim, sua vontade na luta contra a caça ilegal de elefantes.

Bongo acendeu a pira onde havia "4.825 quilos de marfim, 1.293 presas em estado bruto e 17.730 esculturas em marfim. Para obter estas quantidades cerca de 850 elefantes foram mortos", segundo o comunicado de imprensa da ONG World Wildlife Fund, que participava da operação.

 

O valor da pira foi estimado pela agência nacional de parques nacionais (ANPN) em 7,5 milhões de euros no mercado negro asiático. Embora as peças tenham cerca de dez anos, o marfim foi confiscado, sobretudo, nos últimos cinco anos, período durante o qual foi visto um aumento da caça ilegal e do tráfico de marfim, destacou Lee White, diretor da ANPN.

 

O presidente do Gabão considerou, por sua vez, que se trata de uma "mensagem enérgica" para a comunidade internacional e pediu para que seja feita "pressão sobre os países que continuam com o comércio" do marfim.

 

Fonte: Terra

comentários[0]

27

jun
2012

Coca-Cola brasileira tem taxa maior de corante cancerígeno

 

Valor encontrado ainda está abaixo do limite estabelecido pela Anvisa.


Substância é usada no corante caramelo, usado na bebida.

 

Um estudo divulgado nos Estados Unidos pelo Centro de Ciência de Interesse Público (CSPI, na sigla em inglês), nesta terça-feira (26), mostra que as latas do refrigerante Coca-Cola vendidas no Brasil têm a mais alta concentração da substância 4-metil imidazol (4-MI), que, em altas quantidades, poderia levar ao câncer.

 

PaísQuantidade de 4-MI por 355 ml de refrigerante
Brasil
267 microgramas
Quênia
177 microgramas
Canadá
160 microgramas
Emirados Árabes Unidos
155 microgramas
México
147 microgramas
Reino Unido
145 microgramas
Estados Unidos (Washington)
144 microgramas
Japão
72 microgramas
China
56 microgramas

 

As latinhas analisadas no país apresentaram 267 mcg (microgramas) de 4-MI por 355 ml de refrigerante. A substância é usada na fabricação do corante caramelo. Pelas normas brasileiras, estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), seu uso é permitido, "desde que o teor de 4-metil imidazol não exceda no mesmo a 200 mg/kg".

 

O valor encontrado nas latinhas brasileiras está abaixo do limite da Anvisa, mas é o mais alto entre os países analisados. O Quênia fica em segundo lugar, com 177 mcg de 4-MI por 355 ml, seguido por Canadá (160 mcg), Emirados Árabes Unidos (155 mcg), México (147 mcg), Reino Unido (145 mcg), Estados Unidos (Washington - 144 mcg), Japão (72 mcg) e China (56 mcg).

 

A pesquisa foi feita pelo mesmo instituto de pesquisas que, em março fez o mesmo alerta para a substância em latinhas de refrigerante encontradas na Califórnia. Depois disso, a Coca-cola alterou sua fórmula e a taxa de 4-Mi local caiu para 4 mcg por 355 ml.

 

De acordo com a Coca-Cola, a quantidade da substância 4-MI presente no corante caramelo utilizado dos produtos é "absolutamente segura". A empresa afirma que "os índices do ingrediente apontados em amostra brasileira de Coca-Cola pela recente pesquisa do CSPI (Center for Science in the Public Interest) estão dentro dos padrões aprovados pela Anvisa".



A companhia informou que não vai alterar sua fórmula mundialmente conhecida. "Mudanças no processo de fabricação de qualquer um dos ingredientes, como o corante caramelo, não tem potencial para modificar a cor ou o sabor da bebida. Ao longo dos anos já implementamos outras mudanças no processo de fabricação de ingredientes, no entanto, sem alterar nossa fórmula secreta", informou a empresa, via nota.



Ainda segundo a Coca-Cola Brasil, seus produtos são fabricados dentro das normas de segurança e a empresa continuará a seguir orientações de "evidências científicas sólidas".



Toxicologista explica efeito


Em março, o toxicologista Anthony Wong, diretor do Centro de Assistência Toxicológica do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (Ceatox), explicou ao G1 que a substância se mostrou tóxica para ratos e camundongos na concentração de 360 mg/kg, que é pouco menos que o dobro do limite legal no Brasil.

 

O especialista explicou que o órgão mais exposto ao câncer nesses animais foi o pulmão. O fígado também ficou sujeito a diversas alterações, incluindo câncer. Além disso, foram registradas mudanças neurológicas, como convulsões e excitabilidade.

comentários[1]

Clima Tempo