Portal da Educao Adventista

*Professor Genivaldo *

30

nov
2012

Alemães inventam bicicleta sem pedais

Quem já assistiu a algum episódio do desenho "Os Flintstones" deve se lembrar do carro pré-histórico de Fred, dirigido pelas passadas do motorista. De maneira semelhante, a Fliz Bike, criada na Alemanha, se liberta dos pedais e oferece uma maneira bastante diferente de passear de bicicleta.

 

Criada para um concurso de design, a bicicleta não se propõe a oferecer uma opção melhor ou mais prática para os ciclistas, mas sim um modelo diferente. Além de abolir os pedais completamente, os ciclistas ficam presos por um cinto em vez de sentarem-se em um banco.

 

Apesar de apresentar um conceito bastante interessante, é difícil imaginar a Fliz Bike sendo utilizada após o final do concurso - como qualquer um que precise subir uma ladeira para poder chegar em casa pode ter imaginado.

 

Fonte: EcoChunk/ Tech Mundo

 

 

comentários[0]

25

nov
2012

Fast food bizarro em Pequim - 3ª parte

 

Mais uma chance para você escolher o lanchinho

 

Revista HypeScience

Rabos de iguana, entre outras esquesitices.

Revista HypeScience

Besouros e lagartos sortidos.

Revista HypeScience

Até grilos estão no cardápio.

Revista HypeScience

Cobra grelhada e bichos da seda.

comentários[2]

24

nov
2012

Fast food bizarro em Pequim - 2ª parte

Fast food bizarro em Pequim

Revista HypeScience

O que poderia ter aparência mais apetitosa do que pulmão de cabra com pimentas vermelhas?

Revista HypeScience

Um cozido com carne de cavalo faz você fugir galopando?

Revista HypeScience

Mais aperitivos saborosos: Escorpiões negros, bichos-da-seda e cigarras para grelhar.

Revista HypeScience

Espetinho de escorpião é ideal para uma refeição rápida.

Revista HypeScience

Estas patas de lagartas à milanesa são de dar água na boca.

Revista HypeScience

Sopa de cérebro de cachorro torna as pessoas mais obedientes?

comentários[0]

24

nov
2012

Falsos light : os alimentos que sabotam a dieta

 

 

Comer bem e de forma saudável é o objetivo de todas as mulheres que procuram manter a forma com base na alimentação. No entanto, ao começar uma dieta, caímos em algumas armadilhas que sabotam qualquer processo de emagrecimento, principalmente por considerar alguns alimentos como pouco calóricos, quando, na verdade, não o são.
 
A atenção ao rótulo de alguns alimentos é fundamental para uma alimentação balanceada, mas a propaganda de alguns produtos industrializados leva os consumidores a acreditar que determinados alimentos contêm menos calorias do que realmente têm.
 
Na hora de comprar o produto, a dica é comparar a quantidade de calorias, sódio e gorduras, essa é a única forma de melhorar a qualidade do que comer na hora de escolher um produto. De acordo com a nutricionista Gabriela Cuesta, uma informação importante, mas pouco divulgada é que os ingredientes no rótulo aparecem em ordem decrescente, da maior a menor quantidade. "Se o primeiro item dos ingredientes for açúcar, por exemplo, é esse o ingrediente que aparece em maior quantidade na composição do alimento".
 
Nos biscoitos "cream crackers" os dizeres dos rótulos estão descritos como "leve", "água e sal" e "0% gordura". Segundo a nutricionista Gabriela Marcelino, do Congelados da Sônia, eles devem ser bem avaliados comparando os valores nutricionais. "Em algumas marcas o conteúdo de sódio e gorduras está em excesso", explica.
 
O mesmo acontece com o queijo branco, uma vez que, dependendo do fabricante, os teores de gordura e calorias podem variar significativamente. Normalmente eles contêm menos calorias e gorduras. "A escolha mais acertada devem ser a variedade dos brancos e, depois, as versões light", afirma.
 
Na escolha da bebida o cuidado também deve ser redobrado. Os famosos refrigerantes "zeros" não são vantajosos para quem quer emagrecer, pois possuem sódio em excesso, o que altera a pressão arterial e provoca inchaços no corpo. Para substituí-los, o suco natural é a opção mais nutritiva. Agora, se mesmo assim existir a preferência em consumi-los, é melhor escolher as versões diet/light e os refrigerantes incolores e/ou transparentes, pois não contém corantes.
 
A nutricionista Marcelino ressalta ainda algumas atitudes que aparentemente ajudam a emagrecer, mas que na verdade engordam. Confira!
 
1) Não tomar o café da manhã. O café da manhã é a primeira refeição do dia, nela deve ter carboidratos para dar energia e fazer o cérebro funcionar, proteínas para repor células de tecidos e órgãos, vitaminas e minerais para regular as funções vitais, fibras e água para colocar o intestino para funcionar.
 
2) Pular uma das principais refeições do dia (almoço e jantar) para "economizar" calorias para um evento especial pode comprometer a dieta;
 
3) Seguir dietas da moda. Radicalismo e dietas da moda não resolverão problemas a médio e longo prazo. Caso a pessoa esteja acima do peso, um nutricionista é o ideal para auxiliá-lo.
 
 
Fonte: Vila Mulher - via Lake Villas

comentários[0]

24

nov
2012

Fast food bizarro em Pequim

 

Na China houve uma explosão de redes de fast food que servem insetos como refeições ou como salgadinhos.

As fotos abaixo por G. Pollak são de animais que, no ocidente, não são utilizados como alimento. Portanto se você for sensível a este tipo de conteúdo, não prossiga. Mas se sim, bom apetite!

Revista HypeScience

Experimente estrala-do-mar frita em óleo de tubarão.

Revista HypeScience

Filhotes de tubarão com estrelas-do-mar fritas e ouriços do mar podem ser uma deliciosa combinação.

Revista HypeScience

Peito de urubu empanado com cobras do mar são apenas aperitivos.

Revista HypeScience

Esta cobra marinha vai para a grelha. Hummmmm.

Revista HypeScience

Fígado de cachorro com vegetais é uma escolha bastante saudável.

comentários[2]

22

nov
2012

Como tornar seus lanches mais saudáveis

 

Alimentos errados e fora de hora são um dos maiores problemas para quem tenta manter uma alimentação saudável. Mas o nutrólogo Mohamad Barakat explica que basta ter um pouco de cuidado na escolha dos lanches para manter a boa forma.
 
"É comum e até mesmo importante fazer algumas paradas para tomar um café ou um lanchinho rápido. Mas fundamental é escolher bem o que comer nessas horas", ressalta.
 
O médico conta que o primeiro passo é esquecer as guloseimas, que possuem muitas calorias e poucos nutrientes. "Fique longe de doces ou produtos mais açucarados como biscoitos recheados, balas, bolinhos individuais com recheios", isso porque esses produtos vão fornecer energia rápida para o organismo e aumentar a glicose (o açúcar sanguíneo) e a insulina (hormônio necessário para a entrada da glicose na célula).
 
Porém, logo depois eles caem também rapidamente, provocando um quadro de hipoglicemia que causa mal-estar e sonolência. Além disso, a insulina constantemente aumentada leva ao maior acúmulo de gordura abdominal. 
 
Barakat conta que a melhor opção é escolher as frutas, pois têm frutose na medida certa e fibras alimentares que proporcionam sensação de saciedade. "As frutas secas como passas, ameixa, damasco, tâmaras e figos, também são excelentes alternativas, já que são ricas em minerais. Elas podem ser combinadas com as oleaginosas que são as amêndoas, castanha-do-Pará, nozes e macadâmias, ricas em gordura monoinsaturadas e proteínas, que ajudam na regulação dos níveis de glicose e colesterol", recomenda. 
 
Já para quem prefere os sanduíches, o especialista diz que a regra é rancar os "fast-food" da lista de opções e substituir por sanduíches mais naturais com recheio de frango, atum ou peito de peru, cenoura e alface no pão de forma ou integral.
 
Eles são mais nutritivos e normalmente contêm um teor consideravelmente menor de gordura. Outro ponto importante, lembra ele, é ingerir bastante líquido, preferencialmente água, para manter o organismo hidratado.  
 
Por fim, Barakat adverte sobre o mau hábito de fazer esses lanches em frente ao computador. "Quando estamos em frente a ele, não prestamos atenção no que estamos comendo e a mastigação fica para segundo plano. Isso faz com que esse alimento chegue muitas vezes com um tamanho maior do que o ideal, causando aquela sensação de gases e estufamento, exigindo do organismo um trabalho maior", finaliza.
 
 
Fonte: Vila Mulher - via Lake Villas

comentários[1]

21

nov
2012

Consumir doces antes do treino pode causar hipoglicemia

 

Consumir alimentos ricos em açúcar antes do treino, como mel, balas, doces, chocolates e refrigerantes, pode ser tão prejudicial para o atleta quanto exercitar-se em jejum. Nutricionista especializada em fisiologia do exercício pela Universidade São Paulo (USP), Erika Alvarenga explica que a ingestão desses alimentos gera um rápido aumento da glicose na corrente sanguínea, o que provoca a elevação do nível de insulina, que é o hormônio responsável por promover a entrada da glicose nas células. Dessa forma, há uma queda brusca na taxa de glicose sanguínea. "Como consequência, o corredor pode ter hipoglicemia, sentir fraqueza durante o treino e até mesmo desmaiar", adverte.
 
Antes do treino, recomenda a nutricionista, é indicado o consumo de carboidratos de baixo e médio índice glicêmico, como uma fruta, biscoito, pães, bolo simples, acompanhados de um suco para ajudar na hidratação. "Essa combinação do suco com o carboidrato faz com que eles permaneçam no estômago por pouco tempo, sejam digeridos rapidamente e absorvidos pelo organismo gradativamente. Por isso são considerados o combustível ideal", salienta.
 
 
Fonte: Roda Livre / Terra - via Lake Villas

comentários[0]

21

nov
2012

Avestruzes não enterram a cabeça na areia

 

O velho ditado de que alguém "enterra a cabeça na areia como um avestruz" para fugir de seus problemas pode até ser espirituoso e adequado de vez em quando - porém, não procede. Ao contrário do que possa parecer, os avestruzes não fazem isso quando estão assustados. O comportamento estranho do animal é, na verdade, um mito - nem mesmo os avestruzes pensam que para se esconder basta por a cabeça num buraco.

 

A maior ave existente não pode voar, mas compensa a deficiência no solo mesmo: é capaz de correr a cerca de 40 quilômetros por hora. Dotada de tal velocidade, faz muito mais sentido correr para fugir do perigo do que para enfiar a cabeça no chão. Na verdade, eles sequer se dão ao trabalho de cavar um buraco para começar.

 

A crença comum deve vir do fato que os avestruzes abaixam a cabeça até perto do chão quando é incapaz de fugir de um predador ou de outro tipo de ameaça. Porém, sem nenhum buraco por perto.

 

Ao tentar se esconder num terreno plano, a ave fica o mais perto possível do solo a fim de se tornar menos perceptível. Enquanto agachado, o avestruz posiciona sua cabeça e seu pescoço comprido quase encostado no chão, à frente de seu corpo. Permanece perfeitamente nessa posição até sentir que o perigo passou.

 

A cabeça e o pescoço de um avestruz são de uma cor bege claro - o que faz com que ele se misture com a poeira ou areia ao redor. A ave tem esse comportamento com o objetivo de que, a uma certa distância, o predador confunda o corpo imóvel e agachado do avestruz com uma pedra grande ou um arbusto. Para os seres humanos, no entanto, pode parecer que o avestruz esteja com a cabeça enterrada na areia - e este é provavelmente a forma como o mito se originou.

comentários[5]

18

nov
2012

Azeite de oliva tem muitos benefícios desconhecidos

O alimento é importante para diversos órgãos do corpo.
 
Os benefícios do azeite de oliva para a saúde do coração já são conhecidos. O alimento também faz bem para a pele, olhos, ossos, saúde das células e função imunológica, devido às fontes de vitamina E, A, K, ferro, cálcio, magnésio, potássio e aminoácidos que possui. Agora, o Conselho Oleícola Internacional divulgou outros benefícios desconhecidos do alimento. O azeite de oliva facilita a digestão e absorção de nutrientes, é naturalmente livre de colesterol, sódio e carboidratos. 
 
Outra vantagem é que, como os óleos de oliva não penetram os alimentos ele são ideais para serem usados em frituras. E quando armazenados em local fresco e escuro, podem se manter conservados por dois anos ou mais. 
 
Popularmente, o azeite de oliva tem sido utilizado para diversas funções como reduzir dores musculares e ressacas, além de servir de laxante. Quer mais? Azeite de oliva também é afrodisíaco e tem efeito sedativo. 
 
 
Fonte: Bem Star - via Lake villas

comentários[0]

18

nov
2012

Cada hora sentado reduz expectativa de vida em 21 minutos

 

Cada hora que uma pessoa passa sentada reduz a sua expectativa de vida em 21 minutos, diz uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Queensland, na Austrália. Segundo o estudo, essa redução é dez minutos maior do que a de fumar um cigarro. Os resultados foram publicados na edição de Novembro do The British Journal of Sports Medicine. 
 
Os cientistas levantaram dados de 12 mil australianos, coletados por um levantamento nacional sobre diabetes, obesidade e estilo de vida. Os entrevistados responderam perguntas sobre o seu estado de saúde, doenças que já tiveram, sedentarismo, tabagismo e hábitos alimentares. Para medir as horas que os participantes passavam sentados, os estudiosos perguntaram quantas horas de televisão eles assistiam por dia. 
 
Os pesquisadores tentaram isolar o fator de risco da longa permanência na mesma posição de outros hábitos pouco saudáveis, como fumar e não se exercitar. Eles observaram que um adulto que passa seis horas por dia sentado em frente à TV ou computador deve viver quase cinco anos a menos que uma pessoa que não assiste televisão. A previsão se aplica mesmo em aqueles que fazem exercícios regularmente.
 
Uma das possíveis explicações para essa relação é a ausência prolongada de contrações dos músculos das pernas. Depois de ficar meia hora sentado, o corpo liga o "modo repouso" e a taxa metabólica cai. Ficar de pé evita essa queda, pois o músculo permanece rígido, o que consome mais energia. Além disso, a pessoa em pé tende a se movimentar involuntariamente.
 
Mexa o corpo sem passar uma hora na esteira
 
Nosso corpo não foi feito para ficar parado, e sim em movimento frequente. Pesquisas científicas comprovaram que a queima calórica não associada ao exercício físico, mas ao movimento do dia a dia, também traz os mesmos benefícios à saúde. "Mesmo quem faz atividade física não pode se dar ao luxo de passar o resto do dia sentado, pois sofrerá os mesmos malefícios de um sedentário", alerta o endocrinologista e clínico geral Filippo Pedrinola. Opções para se movimentar não faltam. Veja o que o Filippo Pedrinola recomenda:
 
Use as escadas em vez do elevador
 
É uma reação automática: ao entrar em um prédio, a primeira coisa que fazemos é apertar o botão do elevador - seja para subir até o primeiro ou até o vigésimo andar. No entanto, essa é uma ótima oportunidade para se exercitar usando as escadas. Para aqueles que trabalham ou moram em andares muito altos, desça dois ou três andares antes do que deveria e faça o resto do trajeto pelas escadas.
 
Saia para almoçar ou fazer compras a pé
 
Tem gente que não consegue nem mesmo ir até a padaria sem pegar o carro, por costume ou preguiça. Porém, não custa nada deixar o veículo na garagem e ir a pé até o mercado comprar os itens fáceis de carregar - além de fazer bem à sua saúde, você evita o estresse do trânsito e ainda tira um carro da rua. Outro hábito comum é acionar um delivery e pedir para entregar a refeição no trabalho, quando poderia ter ido até o restaurante caminhando.
 
Estacione o carro longe do local de trabalho
 
Aqui a lógica é a mesma das escadas: você já fez todo o trajeto de carro porque era longe, então que tal estacionar um pouco mais distante do seu destino e aproveitar a caminhada? Para aqueles que andam de ônibus, a recomendação é a mesma - experimente descer um ou dois pontos antes do habitual e faça o restante do trajeto andando.
 
Alongue-se de tempos em tempos
 
Nada pior do que ficar muito tempo sentado em uma posição pouco confortável. Por isso, sempre que você se levantar para conversar com alguém, ir ao banheiro ou tomar um café, alongue pernas, braços e pescoço. Exercícios de respiração profunda também são amplamente recomendados.
 
Use um pedômetro (contador de passos)
 
Esse aparelho, capaz de registrar cada passo que você dá, pode ficar acoplado ao seu cinto e irá te ajudar a monitorar o quanto você está se movimentando durante o dia. De acordo com o endocrinologista e clínico geral Filippo Pedrinola, dar menos do que 5.000 passos por dia é considerado sedentarismo. "O ideal seria dar 10.000 passos por dia, que equivale aproximadamente a 6 km, ou de 300 a 400 calorias", completa.
 
 
Fonte: Minha Vida - via Lake villas

comentários[0]

18

nov
2012

Carne cozida em altas temperaturas aumenta risco de câncer d

 

Os hambúrgueres produzem mais cancerígenos do que bife.
 
Uma pesquisa realizada pela Universidade do Sul da Califórnia publicada no jornal britânico Daily Mail alertou para os riscos do consumo de carnes cozidas em altas temperaturas, como é o caso dos hambúrgueres. Eles podem aumentar em até 40% as chances de câncer de próstata. Cozida desta forma, a carne danifica o DNA, sendo que a carne vermelha representa maior perigo, conforme apontou o estudo realizado com quase 2 mil homens, que tinham por hábito comer o alimento produzido desta maneira. Os que consumiam mais uma porção e meia de carne vermelha por semana tinham mais 30% de chances de contrair câncer de próstata. 
 
Quando a proteína é cozida a temperaturas elevadas durante longo período de tempo a gordura da carne encosta no fogo, o que cria uma chama que deposita química no organismo, formando as aminas heterocíclicas e os hidrocarbonetos aromáticos policíclicos. Há evidências que ambas as substâncias contribuem para determinados tipos de câncer, incluindo o de próstata. 
 
Em se tratando de hambúrgueres, o risco de acumulação de cancerígenos é ainda maior, uma vez que podem alcançar altas temperaturas, tanto interna quanto externamente, mais rápido que um bife comum. 
 
 
Fonte: Bem Star - via Lake Villas

comentários[0]

18

nov
2012

O atleta mais rico do mundo veio da Roma Antiga

 

Se você hoje fica assombrado com as cifras milionárias que alguns atletas, especialmente jogadores de futebol, recebem para competir, escute essa: o atleta mais bem pago da história da humanidade foi um condutor de bigas.

Exatamente: se você já assistiu algum filme sobre Roma antiga, talvez tenha visto os jogos do Circo, no Coliseu. Nesses eventos, havia de tudo - lutas entre gladiadores, cristãos e prisioneiros de guerra sendo comidos por leões, e corridas de bigas, carroças puxadas por quatro cavalos. Nesta categoria, foi descoberto que um carroceiro iletrado, Gaius Appuleius Diocles, ganhou como prêmio por uma vitória a obscena quantia de 35.863.120 sestércios.

A descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade da Pensilvânia (EUA). Um Professor da instituição, Peter Struck, afirma que isso seria o equivalente a 15 bilhões de dólares atualmente. Com isso, nosso amigo Gaius seria considerado o 33º homem mais rico do mundo, de acordo com a lista da Revista Forbes. Entre os atletas, nem vale comparar: o contrato mais alto do mundo, na atualidade, é do jogador de Baseball Alex Rodriguez, e vale US$ 275 milhões. Dinheiro de pinga, comparado à fortuna que Gaius Diocles arrematou. [Live Science]

comentários[0]

Clima Tempo