Portal da Educao Adventista

*Professor Genivaldo *

30

jan
2015

5 alimentos que você nunca soube que estão carregados de car

 

O corte de carboidratos se tornou uma realidade no cardápio de grande parte das pessoas que começam a fazer dieta. De fato, alguns estudos indicam que um regime de restrição do nutriente é uma forma eficaz para perder peso. O carboidrato, porém, não precisa ser vetado completamente do menu. É preciso estar ciente em relação a quantidades e variedades certas a serem consumidas. Conheça alimentos que você nem imaginava que eram carregados de carboidratos: 
 
Figo é uma fruta rica em fibra, além de ser uma grande fonte de cobre, potássio e manganês. Porém sua versão desidratada pode sabotar sua dieta se consumida sem moderação. Eles são boas opções para a fome fora de hora, mas de forma consciente em relação ao tamanho das porções.
 
O suco de ameixa é saudável e uma boa fonte de vitaminas C, K, B6, riboflavina, niacina. Mas se você procura diminuir a quantidade de carboidratos da sua dieta, fique com o tradicional suco de laranja, que possui quase a metade de carboidratos.
 
Castanhas são verdadeiras cápsulas de carboidratos e possuem quase três vezes mais do nutriente do que nozes, amêndoas ou amendoim.
 
Apesar de ser rico em proteínas, o feijão cozido é fonte de carboidratos. A boa notícia é que muito deles são carboidratos complexos e fibras benéficas.
 
Cookies sem açúcar podem parecer opções light, mas eles geralmente possuem tantos carboidratos quanto a versão regular.
Fonte: Lake Villas

comentários[0]

29

jan
2015

Religião provoca violência?

 

Nos últimos dez anos, 101 torcedores morreram em brigas de estádio no Brasil. O número é cinco vezes o de mortos em ataques de terroristas muçulmanos na França e o dobro das vítimas da Inglaterra no mesmo período. Podemos então dizer que esporte mata? Que o futebol provoca violência? Pois é exatamente o que fazemos quando culpamos a religião pelo terrorismo. A crueldade do ataque aos jornalistas do Charlie Hebdo faz muita gente ligar os pontos e afirmar que religião causa violência. Gente graúda pensa assim - como Richard Dawkins, na minha opinião um dos gênios vivos da ciência [na opinião de Narloch, fique claro]. Também parece haver bons argumentos para essa ideia. As cruzadas, as carnificinas entre protestantes e católicos nos séculos 16 e 17, os conflitos entre hindus e muçulmanos na Índia: banhos de sangue em nome da fé são frequentes na história.

 

 

Mas isso é um mito. Religião não provoca violência, ou melhor: provoca tanta violência quanto qualquer identidade de grupo. O homem mata em nome da fé, mas também em nome de ideologias políticas, da nação, de etnias, da escolha sexual, do estilo de roupas e músicas (como as gangues de Nova York dos anos 80) ou em nome de times de futebol. O problema não é a religião, mas a tendência humana à hostilidade entre grupos [portanto, os que matam em nome da religião, pelo menos os "cristãos", não estão verdadeiramente seguindo a religião que dizem seguir].

 

 

[Depois de um blá-blá-blá evolucionista em busca da origem da violência, Narloch conclui:] Basta uma olhadela na história mundial para perceber que boa parte dela se resume a hordas, gangues, tropas, tribos, times, bandos, exércitos - enfim, coalizões de homens jovens cooperando entre si - lutando contra outras coalizões de homens jovens. A religião, nessa história, é mais um pretexto para justificar uma antiga tendência humana ao antagonismo entre grupos.

 

 

Não nego que algumas crenças incitem os fiéis à violência e sejam mais problemáticas que outras. Mas achar que guerras e atentados diminuiriam se as religiões acabassem é ser otimista demais com o homem. Como mostrou o século 20, não é preciso religião para haver massacres e genocídios.

(Leandro Narloch, Veja)

 

 

Nota: Faltou Narloch mencionar que os regimes comunistas ateus levaram à morte muito mais pessoas que a Inquisição, as Cruzadas e todos os atentados terroristas juntos. Seria certo dizer que o ateísmo provoca violência? [Michelson Borges]

 

 


comentários[1]

28

jan
2015

O touch screen só reconhece o toque dos dedos?

 

touch-screen

 

 

Na verdade, as telas sensíveis ao toque reconhecem qualquer parte do corpo revestida por pele.

 

Nos celulares, por cima do painel luminoso, é colocado um sistema elétrico invisível que interage com a pele. Ao tocarmos a tela, a carga elétrica dos dedos reage com o campo elétrico do sistema (criado por uma malha de eletrodos), causando uma diferença de cargas, como se fosse um pequeno choque. O processador capta essa alteração por meio de uma camada com sensores e calcula coordenadas, identificando os locais de toque e os tipos de movimento executados. Em seguida, esses dados elétricos são traduzidos como comandos e interpretados pelo software, que executa as ações.

 

Outros materiais bons condutores de energia, como metais ou aquelas canetas especiais para tablets, também podem ativar o touch screen.

 

Fonte: Mundo Estranho

comentários[10]

22

jan
2015

4 cidades que já dominaram o mundo antigo, e você nem sabia.

 

Essas cidades já foram o ponto alto do comércio, política, cultura e economia de todo o mundo antigo.

 

A humanidade encontrou muitos benefícios no trabalho coletivo e na formação de tribos. Antes nômades, os humanos agora podiam se estabelecer, melhorarem suas habilidades na caça, agricultura, pesca e se protegerem dos perigos de uma vida nômade. Acima de tudo, viver em grupos tornou mais fácil para se sobreviver.

 

Após o advento da agricultura as tribos cresceram em tamanho. O luxo de não precisar se arriscar mais para conseguir alimentos deu à humanidade a oportunidade de concentrar a nossa atenção para outro lugar. Os assentamentos em que as tribos habitavam puderam ser aprimorados e ao longo dos séculos foram se transformando em reinos e cidades.

 

A seguir você confere algumas das cidades que surgiram no mundo antigo e que na época eram verdadeiros centros de comércio, poder e cultura.

 

Pataliputra (Índia)

60

Quando Alexandre o Grande ampliou o alcance de seu império da Grécia até a Índia, ele inspirou um príncipe indiano local chamado Chandragupta a criar um império de sua autoria. Este príncipe começou a reprimir as tribos locais, e seu império ocupava quase toda a atual Índia, Paquistão e Afeganistão.

 

Chandragupta expulsou todos os gregos restantes do território indiano e fundou o império Maurya em 326 A.C. A cidade capital de seu império recém-formado foi Pataliputra. Vários viajantes e embaixadores, alguns gregos e alguns chineses que viram a capital a descreveram como uma cidade bela e livre de crimes.

 

Hindus e budistas vivia em perfeita harmonia, mesmo os mais pobres da sociedade. Durante seus primeiros anos, as estruturas da cidade foram construídas principalmente de madeira. Com o reinado do imperador Ashoka (273-232 aC), os edifícios de pedra surgiram na cidade também. Ashoka proibiu a caça para o esporte e introduziu hospitais veterinários na cidade. Pataliputra era de fato um grande destaque na cultura indiana e pode ser facilmente comparado a Roma e Xi'an em termos de poder e influência.

 

Xi'an (China)

61

Ela foi uma das seis capitais da China Antiga. Xi'an foi o lar da maioria das dinastias, incluindo a Han e Qin. Imperador Qin Shi Huang, fundador da dinastia Qin, foi o curador das famosas esculturas dos Guerreiros de Terracota.

 

A China era uma sociedade fechada. Isso inicialmente ajudou o desenvolvimento do país. Em um momento em que o mundo inteiro estava em um estado de miséria, ignorância e barbárie, a China liderava a marcha em direção a filosofia, ciência e tecnologia. Eles foram os primeiros a inventar papel, a pólvora, a moeda, e uma série de outras coisas que hoje consideramos banais.

 

A Rota da Seda foi nomeada assim após a outra das invenções da China: a seda. Esta estrada ligava o Oriente para o Ocidente e foi um dos motivos da criação de Xi'an.  Na cidade era possível encontrar diversas caravanas que iam rumo ao ocidente além de ter um rico comércio repleto de todos os tipos de produtos e materiais. Durante o século VIII, a população de Xi'an atingiu um recorde mundial: dois milhões de cidadãos.

 

Chan Chan (Peru)

62

Chan Chan foi a capital do reino Chimu, que reinou sobre atual Norte do Peru. Foi a maior cidade da América pré-colombiana, feito quase inteiramente de tijolos de adobe. A cidade existiu entre 850 AC até 1470 DC, quando o Inca conquistou a capital Chimu. A área onde foi localizado Chan Chan é um dos desertos mais hostis no planeta.

 

Chan Chan tinha templos, palácios, jardins, cemitérios e reservatórios de água. Chan Chan tinha nove cidadelas com alojamentos, cobrindo uma área de 20 quilômetros quadrados, e cada uma de suas nove cidadelas eram muradas separadamente tinham seus próprios templos, palácios, jardins, cemitérios e reservatórios de água.

 

Hattusa (Turquia)

63

No tempo de Homero Ilíada e Odisséia , o império Hitita estava no auge de seu poder. Quando a poderosa cidade de Tróia foi sitiada pelo rei Agamenon dos gregos, Hattusa, capital do império Hitita, era uma metrópole vibrante movimentada  pelo comércio e os viajantes de terras distantes.

 

Hattusa foi habitado pelos Hatti que estavam lá desde 2400 AC.  Uma vez que os Hatti foram derrotados, o rei Hattusili dos hititas reconstruiu a cidade e fez dela a capital do império em 1700 AC. Por volta de 1274 AC, na famosa batalha de Kadesh, os exércitos do Rei Muwattali II e do Faraó Ramsés II terminaram sua luta em um impasse.

 

Um tratado de paz foi então escrito em uma tabuleta de argila, resultando em paz entre os dois poderes.Esse tempo de paz durou até o fim do império hitita. Uma cópia deste primeiro acordo de paz entre duas nações é exibido atualmente na sede da ONU em Nova York.

 

Fonte: Fatos Desconhecidos

comentários[2]

21

jan
2015

9 alimentos ricos em água que mantêm o corpo hidratado

 

Beber pelo menos dois litros de água é essencial para manter o organismo saudável. Contudo, com a correria do dia a dia muitas pessoas acabam descuidando da hidratação do corpo.
 
Segundo Dr. Daniel Magnoni, cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração, a desidratação afeta o metabolismo e pode causar problemas como pressão baixa e tonturas.
 
Uma alternativa para manter a hidratação do corpo em dia é consumir alimentos ricos em água. "A ingestão de líquidos não pode ser substituída, mas esses alimentos ajudam a evitar a perda de sais minerais e líquidos em excesso durante a transpiração", explica.
 
Alimentos que hidratam o corpo 

O nutrólogo lista grãos, frutas, legumes e verduras que ajudam a evitar a desidratação do corpo. Veja:
 
Arroz integral: segundo o especialista, quando cozido, o arroz integral tem cerca de 70% de água. Além disso, ele é rico em fibras, o que garante sensação de saciedade e melhora o funcionamento do intestino.
 
Feijão: o nutrólogo diz que o feijão cozido na versão carioca apresenta 80,4% de água, além de proteínas, carboidratos, fibras e outros nutrientes essenciais. Uma concha de possui cerca 58 calorias e oferece sensação de saciedade prolongada.
 
Melancia: composta por cerca de 90% de água, a melancia é uma opção refrescante e pouco calórica que favorece a eliminação de toxinas do corpo. Além disso, a fruta é rica em fibras, que melhoram o funcionamento do intestino.
 
Abacaxi: também rico em água, o abacaxi tem baixo valor calórico e é grande aliado da dieta. Também rico em vitaminas, como a C, minerais e fibras, ele mantêm o corpo hidratado e saciado.
 
Acerola: de acordo com Magnoni, a fruta crua possui 90,5% de água, além de muitos outros nutrientes, como vitamina C, fibras, cálcio e potássio. O potássio ajuda a combater a retenção de líquido, que causa o inchaço.
 
Cenoura: cru, o legume apresenta 90% de água, além de ser composto por carboidratos, cálcio, magnésio, fósforo e potássio. Também rica em fibras, a cenoura é aliada da dieta porque promove saciedade, além de combater a prisão de ventre.
 
Abóbora: além de ser pouco calórica, a abóbora tem 86,4% de água. "Cozida é rica em fósforo e potássio, o que auxilia os batimentos cardíacos e o bom funcionamento dos músculos", afirma o médico. Também é rica em fibras, o que garante saciedade prolongada.
 
Espinafre: de acordo com o nutrólogo, o alimento possui 94% de água. "Também é composto de proteínas, carboidratos, fibras, cálcio, magnésio, fósforo, ferro, sódio, potássio, cobre, zinco, carotenoides e vitamina C, sendo uma boa fonte de nutrientes essenciais ao corpo", diz.
 
Couve manteiga: segundo o nutrólogo, a couve manteiga crua tem 90,9% de água e é rica vitamina C, fibras, cálcio, magnésio, fósforo, ferro e potássio. Com ação detox, o alimento ajuda a combater o acúmulo de gordura no corpo e ajuda a emagrecer.
 
 
Fonte: iTodas - via Lake Villas

comentários[2]

19

jan
2015

Lista das piores bebidas à venda no supermercado

O dia a dia corrido que exige praticidade é um dos principais motivos de surgimento de produtos industrializados que, apesar de facilitar o cotidiano, podem fazer muito mal à saúde. Entre eles, estão inúmeras variedades de bebidas que, por mais que parecem inofensivas, são verdadeiras vilãs da saúde e da dieta. Confira a lista dos piores tipos de bebidas à venda no supermercado:
 
Energéticos: ricos em cafeína e adoçantes artificiais, eles são objetos de vários estudos e, segundo especialistas, podem causar angina, arritmia cardíaca e até mesmo morte súbita se consumido sem moderação.
 
Água aromatizada: apesar de parecerem uma opção saudável ao refrigerante, a bebida, na maioria das vezes, é carregada na adição de açúcares.
 
Isotônicos: apesar de estarem associados a praticantes de exercícios, a bebida pode se transformar em verdadeira vilã da saúde quando ingerida sem moderação ou necessidade. Os isotônicos ainda possuem aditivos e adoçantes artificiais.
 
Chá gelado: as opções industrializadas da bebida nem sempre são boas opções, já que contêm grandes quantidades de calorias, açúcar e sódio que, em alguns casos, são próximas as de um refrigerante.
 
Refrigerante: rico em açucares e corantes, a bebida é considerado um dos piores vilões da saúde. Não importa se é light, diet ou zero. O consumo exagerado desse tipo de bebida atrapalha a dieta e o bom funcionamento do organismo.
 
Sucos de caixinha: engana-se quem imagina que a bebida é saudável e pode ser ingerida sem preocupações. Especialistas afirmam que eles não devem ser consumidos com frequência pois contêm grandes quantidades de açúcar e de aditivos químicos. Corantes, flavorizantes e conservantes costumam estar presentes em suas composições.
 
 
Fonte: Bolsa de Mulher - via Lake Villas

comentários[1]

16

jan
2015

Realmente faz mal ler após as refeições?

 

170948895

Não. Segundo os especialistas, essa é só mais uma crendice popular. "O pior que pode acontecer é uma sensação de sonolência, já que durante a digestão o fluxo sanguíneo se concentra no estômago", diz o oftalmologista Emílio de Haro Muñoz, da Unifesp. Esse estado de preguiça aparece principalmente após as refeições mais abundantes, como uma suculenta feijoada. "A concentração do sangue faz com que o fluxo no cérebro diminua, mas não causa nenhum prejuízo aos olhos", afirma Emílio. A duração dessa sensação varia de acordo com a digestão. "Comidas gordurosas digerem mais lentamente que alimentos leves; e mulheres têm digestão mais demorada que homens", afirma a gastroenterologista Sônia Letícia Lorena, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

 

Se ler após as refeições está liberado, os médicos não recomendam a leitura durante a alimentação - o ideal é se concentrar apenas no ato de comer. Para isso, vale também conversar somente o necessário. "Não devemos falar muito enquanto comemos, para não ingerir muito ar. O gás ingerido causa dor e desconforto", diz Sônia. Outras lendas relacionadas à leitura pregam que ler com luz fraca ou usar computador por muito tempo estraga a vista. Na verdade, pode acontecer um cansaço visual, mas danos permanentes estão descartados.

 

Fonte: Mundo Estranho

comentários[0]

15

jan
2015

Hoje na História: fim da ditadura militar.

 

Tancredo Neves era eleito há 30 anos e encerrava o poder do militarismo.

 

Há 30 anos, Tancredo Neves era eleito presidente do Brasil, encerrando assim o ciclo dos militares no poder. Era a Nova República que se desenhava, mas uma doença causou a morte do presidente.

 

Em 15 de janeiro de 1985, Tancredo Neves foi eleito indiretamente no Congresso como o primeiro presidente civil após 21 anos de Ditadura Militar. Em uma sessão que durou três horas e meia, o colégio eleitoral escolheu Tancredo por 480 votos contra 180 do candidato Paulo Maluf.

 

Foi uma festa no Plenário e houve muita comemoração nas ruas. Mas Tancredo ficou doente e não chegou a tomar posse. Ele foi internado com diverticulite, uma inflamação no intestino, e no dia 21 de abril houve o anúncio da morte. José Sarney, que já estava no cargo interinamente, foi efetivado presidente do Brasil.

 

"Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil", discursou Sarney.

 

Fonte: http://g1.globo.com/hora1

comentários[2]

13

jan
2015

O que o açúcar faz com o seu corpo sem você perceber

 

wiki.advfn.com

 

No momento em que você leva o açúcar à boca, uma série de fenômenos passa a acontecer em seu organismo. Na boca, as papilas gustativas enviam ao cérebro uma mensagem de recompensa, liberando dopamina. No estômago, onde o açúcar é diluído por sucos digestivos e transportado para o seu intestino delgado, as enzimas começam a se quebrar em dois tipos de moléculas: glicose e frutose.
 
A glicose se infiltra através das paredes de seu intestino delgado, provocando o seu pâncreas a secretar insulina, um hormônio que agarra a glicose do sangue para ser usado como energia. A insulina também bloqueia a produção de leptina, o "hormônio da fome", que diz a seu cérebro que você está satisfeita. Quanto mais alto o nível de insulina, mais fome você vai se sentir.
 
A frutose se infiltra no corpo através de seu intestino delgado para a corrente sanguínea, que a leva para o fígado. Ele então trabalha para metabolizar a frutose e transformá-la em algo que seu corpo pode usar. Ao longo do tempo, o excesso de frutose pode exigir demais dos glóbulos de gordura para crescer em todo o fígado, o que seria um precursor da doença hepática gordurosa não alcoólica.
 
Além disso, o excesso de frutose ainda reduz o "colesterol bom" e estimula a produção de triglicérides, um tipo de gordura que pode migrar do fígado para as artérias, aumentando o risco de ataque cardíaco ou derrame.
 
Não é à toa que o açúcar, assim como o conhecemos, refinado, em excesso, se tornou um dos maiores vilões não apenas da dieta, mas da saúde em sua totalidade. O consumo moderado e a troca por açúcar mascavo ou melado é uma das soluções para evitar os danos causados ao organismo.
 
 
Fonte: Bolsa de Mulher - Villas

comentários[0]

2

jan
2015

Como uma planta carnívora come carne se não tem estômago?

 

Ela tem estômago, sim!

 

espacoinformal.wordpress.com

A armadilha que captura as presas funciona como uma câmara digestiva. A maioria das mais de 700 espécies de plantas carnívoras identificadas se alimenta de insetos, por isso também são chamadas de plantas insetívoras. Há, entretanto, poucas espécies maiores, com cerca de meio metro de comprimento, capazes de aprisionar rãs e pássaros. Já o homem não faz parte da dieta: se você colocar o dedo nas folhas de uma carnívora, ela vai fechar e abrir em seguida. A maior fonte de energia das insetívoras, porém, não é a carne, mas a fotossíntese, como qualquer planta. As presas servem como complemento nutricional, ajudando a suprir a necessidade de nitratos e fosfatos, escassos nos solos ácidos e pobres em que as carnívoras vivem.

 

Instinto selvagem


A digestão pode durar até 12 dias, dependendo da espécie e do tamanho da planta e da presa


PARA COMER COM OS OLHOS


Cores vivas e odores adocicados ou podres são os mecanismos usados para iludir e atrair as presas. Os insetos chegam achando que vão se deliciar com um bom néctar ou cadáver e eles é que acabam virando banquete...

 

BARRIGA CHEIA


A digestão começa já na captura. A luta do animal para se livrar da armadilha estimula a produção das enzimas que irão acabar com ele. Algumas plantas contam, ainda, com ajuda de microrganismos para sintetizar o alimento ingerido.

 

DIGESTÃO SELETIVA


Ao terminarem a refeição, as plantas colocam para fora o que não foi digerido. Elas percebem quando capturam algo que não é alimento, como uma pedra, e expelem o corpo estranho

As armadilhas da Dionea têm prazo de validade: após dez ou 12 fechamentos não capturam mais nada

 

Hora do bote


Cada espécie tem sua própria estratégia para captura. São três tipos básicos de armadilhas:


FOLHAS COLANTES


No caso da Dionea, as folhas se fecham para prender a vítima.

 

URNA ALAGADA


Nas Nepenthes, o bicho desliza pelas paredes e se afoga no fundo de um bolsão.

 

BICO ADESIVO


A Drosera, espécie mais comum no Brasil, tem pelugem grudenta nas folhas. Elas se curvam sobre a presa para devorá-la.

 

FONTES International Carnivorous Plant Society; Ciência Hoje; How Stuff Works e artigo Plantas Carnívoras, de Elsie Franklin Guimarães, José Mauricio Piliackas e Marcelo Notare. Via Mundo Estranho

comentários[1]

1

jan
2015

Qual a diferença entre rua e avenida?

 

esportes.r7.comFoto: Avenida Paulista

 

De acordo com o Dicionário Aurélio, rua é uma "via pública para circulação urbana, total ou parcialmente ladeada de casas", enquanto avenida é uma "via urbana mais larga do que a rua, em geral com diversas pistas para circulação de veículos". Mas como a definição é imprecisa, na prática podem existir avenidas estreitas e ruas com várias pistas. Além disso, há vários outros nomes para os espaços destinados à circulação de veículos e pedestres, como travessa, viela e passarela. Para tentar resolver a confusão, a Prefeitura de São Paulo baixou um decreto, em dezembro de 1988, dando nome aos logradouros. Mas como cada município tem autonomia para nomear suas vias, o que é uma rua em São Paulo pode ser uma avenida em Manaus. Veja abaixo como a coisa funciona na capital paulista.

 

Espaços definidos Em São Paulo, as avenidas devem ter pelo menos 20 metros de largura

 

Rua

Via com largura entre 7,2 e 19,99

 

Via de pedestre

Via para a circulação exclusiva de pedestres e largura mínima de 2 metros

 

Viela

Espaço destinado a circulação exclusiva de pedestres, interligando dois largadouros e com largura de até a metros

 

Passarela

Via aérea ou subterrânea para circulação exclusiva de pedestres

 

Avenida

Via com largura igual ou mair que 20 metros

 

Travessa ou passagem

Via com largura entre 3,61 e 7,19 metros

 

Balão de Retorno

Alargamento de uma via para permitir manobras de veículos

 

Parque

Praça que deve ter grandes dimenssões e conter equipamentos destinados à cultura e aos esportes

 

Praça

Logradouro destinado ao lazer, cercado por outraqs vias ou por imóveis

 

Fonte: Mundo Estranho

comentários[3]

Clima Tempo