Portal da Educao Adventista

*Professor Genivaldo *

20

ago
2014

Qual é a origem da pipoca?

 

Popcornbowl

 

Ninguém sabe ao certo, mas tudo indica que ela surgiu na América há mais de mil anos. Os primeiros europeus que chegaram ao continente descreveram a pipoca, desconhecida para eles, como um salgado à base de milho usado pelos índios tanto como alimento quanto como enfeite para o cabelo! Sementes de milho usadas para fazer pipoca foram encontradas por arqueólogos não só no Peru, como também no atual Estado de Utah, nos Estados Unidos, o que sugere que ela fazia parte da alimentação de vários povos americanos. Sabe-se, porém, que inicialmente os índios preparavam a pipoca com a espiga inteira sobre o fogo. Depois, eles passaram a colocar só os grãos sobre as brasas - até inventarem um método mais sofisticado: cozinhar o milho numa panela de barro com areia quente. O princípio é sempre o mesmo: fazer o grão de milho explodir.

 

O interior do grão está cheio de água, que, sob calor intenso, se expande até fazê-lo explodir. Popular no mundo inteiro, a pipoca contém alta quantidade de proteína, além de sais minerais importantes para a nutrição, como ferro e cálcio.

 

Fonte: Mundo Estranho

 

Obs.: Do ponto de vista nutricional, a pipoca, quando não leva muito sal e manteiga, pode ser uma fonte de alimentação com baixas calorias e rica em proteínas, ferro e fibras.

Envie para um amigo

Deixe seu comentário

20

ago
2014

Mateus Berti

Além de amar pipoca, é bom saber que tem um lado muito positivo na alimentação. Bom para o período fértil das mulheres, tem mais fibras que a alface, não é uma fonte com muito carboidrato e não aumenta muito o nível de açúcar como outros alimentos que causam picos. Para finalizar a bendita ainda previne contra alguns tipos de câncer. Simplesmente fantástico!

Clima Tempo