Portal da Educao Adventista

*Professor Genivaldo *



6

nov
2011

Qual é a origem da goma de mascar (chiclete)?


Desde a antigüidade, as populações do Mediterrâneo já mascavam a doce resina da árvore almecegueira, para limpar os dentes e refrescar o hálito. Mas esse hábito só se popularizaria em todo o mundo graças aos colonizadores dos Estados Unidos, que importaram o chicle, resina aromática e adstringente do sapotizeiro (Achras zapota), muito usada pelos nativos de Nahuatl, da Península de Yucatan, no México.


                                 


No século XIX, descobriu-se que o chicle era insolúvel em água e tinha o poder de reter sabores artificiais. Foi o início da produção industrial da goma de mascar. O industrial americano Thomas Adams começou a fabricar a guloseima em grande escala a partir de 1860. Para obter o produto, quebravam-se blocos compactos de chicle, que eram então fervidos junto com xaropes e adoçantes. Depois de fria, a mistura recebia mais açúcar. Após a Segunda Guerra Mundial, vários tipos de resina sintética e ceras substituíram a resina do sapotizeiro. Parafinas, ceras vegetais, corantes e aditivos variados também passaram a fazer parte da receita, para evitar a aderência aos dentes e proporcionar diferentes sabores.


Fonte: Mundo Estranho

Envie para um amigo

Deixe seu comentário

Não há comentários a serem exibidos!

Clima Tempo