Portal da Educao Adventista

*Profª Ritíssima *

23

dez
2013

Melhore a memória

Melhore a memória e a concentração com exercícios simples!

Se você tem apelado para São Longuinho e dado muitos pulinhos porque não lembra onde deixou o carro, as chaves de casa, a bolsa, etc., não se preocupe! Problemas de esquecimento são normais e ter atenção e concentração são fundamentais para enfrentá-los. Agora, relaxe e veja aqui dicas preciosas para melhorar a memória e concentração e combater o esquecimento com exercícios simples!

Identificar os problemas de memória

Qualquer pessoa pode se esquecer de coisas, como por exemplo, o lugar onde estacionou o carro no shopping, é algo normal. Mas se o esquecimento afetar o funcionamento do dia a dia e for notado por colegas e familiares, talvez seja hora de buscar ajuda médica.

Os problemas de memória têm causas variadas:

ansiedadedepressão, carência de vitaminas, altos níveis de açúcar no sangue, problemas circulatórios, uso de certos medicamentos, problemas neurológicos até doenças mais graves como o Alzheimer, etc.

Memória, atenção e idade

memória está intimamente relacionada à capacidade de atenção, por isso é comum dizer que alguém é esquecido por estar sempre com a cabeça nas nuvens, distraído. Tanto uma criança como um idoso, se não estiverem atentos ao que ouvem, terão dificuldade para se lembrar do conteúdo da conversa depois.

Mas a memória sofre mudanças significativas com a idade. Segundo Wilson Jacob Filho, Diretor do Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da USP, "o envelhecimento contribui para identificar ou diminuir a aquisição da informação", o que reforça a necessidade de ter mais atenção ao que se faz.

Exercícios para melhorar memória e concentração

Segundo Jacob Filho, não existem remédios que comprovadamente melhorem a memória, para ele "remédio bom para a memória é o treino de memória". Além dos jogos, é importante ter uma alimentação equilibrada, praticar atividade física, manter uma vida social razoável (não se isolar do mundo) e dormir bem.

 

Agora vamos aos exercícios para a concentração e memória:

1) Escove os dentes com a mão contrária a que você usa normalmente.
2) Faça um caminho diferente para chegar ao trabalho.
3) Ao folhear uma revista, escolha uma imagem e pense em 20 adjetivos que a descrevam.
4) Ao entrar em um local diferente, tente observar os detalhes, depois feche os olhos e tente lembrar-se de cada um deles.
5) Monte quebra-cabeças!
6) Depois de ler ou ouvir as notícias do dia, à noite tente fazer uma lista com as principais.
Consulte o dicionário e aprenda uma nova palavra por dia, procure usá-la nas suas conversas.

 

Diposnível em: http://lar-natural.com.br/melhore-memoria-e-concentracao-com-exercicios-simples/#more-2758

comentários[0]

23

dez
2013

Jabuticaba: muito mais poderosa... e geleia de jabuticaba

Pesquisas recentes revelam que a brasileiríssima jabuticaba é uma das fontes mais poderosas de antioxidantes. Então se a ideia écombater o envelhecimento precoce, aposte nesta frutinha deliciosa. Além de ser uma ótima amiga da pele e de quem deseja se manter jovem por mais tempo, a  jabuticaba ainda tem outraspropriedades que você nem imaginava e que com certeza vai amar descobrir! Confira aqui os benefícios da jabuticaba!

 

A jabuticaba, a fruta 100% brasileira

Nativa do Brasil, da região da Mata Atlântica, é comum encontrar quem possua um quintal repleto de jabuticabeiras no interior da região sudeste. A jabuticaba ainda por cima é muito versátil, pode ser consumida de diferentes formas: geleias, sucos, sorvetes, picolés e da maneira mais tradicional possível, isto é, pura com a casca! Aliás, isto é muito importante: para desfrutar de todos os seus benefícios, consuma a jabuticaba com a casca!

O poder está concentrado na casca da fruta

casca da jabuticaba tem sido objeto de pesquisas científicas em universidades brasileiras que a cada dia descobrem mais benefícios desta fruta para a saúde. Recentemente, um estudo do Departamento de Química da Universidade Federal de Lavrasdemonstrou o imenso poder antioxidante da casca da jabuticaba. Como resultado desta pesquisa, foi patenteado um extrato feito a partir da jabuticaba inteira que poderá ser usado como um aditivo para enriquecer alimentos industrializados como iogurte, além de ser um corante natural.

 Mais benefícios da jabuticaba

A casca da jabuticaba é muito rica em antioxidantes que combatem os radicais livres, principais responsáveis pelo envelhecimento celular. Além disso, possui substâncias que ajudam a reparar os tecidos ricos em colágeno, por isto é considerada uma grande aliada da pele. Mas não param por aí os superpoderes desta frutinha: as suas fibras ajudam no trato digestório, diminuição dos níveis decolesterol e até na absorção da glicose.

A jabuticaba combate o câncer

A frutinha é realmente muito poderosa: uma pesquisa daUniversidade Estadual de Campinas (UNICAMP) demonstrou o seu potencial para reduzir 2 tipos de câncer (leucemia e tumor de próstata) e ainda prevenir o desenvolvimento da diabete. Os pesquisadores da UNICAMP utilizaram um método parecido ao da Ufla para obter um extrato da casca, o qual foi testado em células humanas e conseguiu reduzir em 50% o crescimento de células cancerígenas.

 

Geleia de jabuticaba

 

1 kg de jabuticabas lavadas com casca

400 g de açúcar demerara orgânico para cada litro de jabuticaba

1 colher de sobremesa de suco de limão

 

1) Coloque as jabuticabas em uma panela funda e leve ao fogo, cubra com água e deixe ferver.

2) As jabuticabas vão começar a estourar, para ver se o tempo de cozimento foi suficiente, verifique se ascascas estão vazias, se não estiverem procure estourar as demais com uma escumadeira.

3) Tire do fogo e coe, pressionando bem. Reserve apenas uma parte da casca que fica na peneira para usar na geleia.

4) Meça a quantidade de líquido e leve ao fogo baixo com o açúcar, depois adicione o suco de limão e as cascas de jabuticaba que você reservou.

5) E agora, força nos braços: mexa por 1h30 ou até atingir o ponto de geleia. Durante este tempo, use uma escumadeira para remover o excesso de espuma. Deixe esfriar um tiquinho e coloque em embalagens de vidro esterilizadas.

Rende: uns 4 vidros de 200 ml

 

comentários[0]

23

dez
2013

Coisas que você vai pedir mas Papai Noel não vai trazer

Amei e quero compartilhar. o texto é de Eberth Vêncio e está disponível em: http://www.revistabula.com/1708-coisas-que-voce-vai-pedir-mas-papai-noel-nao-vai-trazer/    

 

Lamento empatar o seu amigo oculto, arranhar a lataria do espírito natalino que se apoderou da redoma planetária nos últimos dias, mas, existem certas coisas que você vai pedir ao Papai Noel e ele não vai trazer de jeito nenhum. Eu sei que já estou até ficando com fama de escritor maldito de tanto destilar as mazelas humanas nos meus textos, portanto, se você prefere sair para doar (se desfazer) a sua sacola de roupas velhas e puídas para os relegados de um asilo ou, ainda, se propõe a assistir da última fila, por questões de presbiopia e segurança, ao coral de facínoras desafinados da penitenciária local cantando o Jingle Bells, ao invés de ler esta crônica burlesco-natalina, fique à vontade. Cada um que domestique os seus demônios nesse inferninho misterioso denominado vida.

Conversando com os meus botões, consultando a árvore genealógica dos dilemas e das celeumas, listei um punhado de reivindicações natalinas que muitos, por ingenuidade ou má fé, farão ao artrítico velhinho nos próximos dias e, claro, ficarão fora do trenó, não por falta de espaço (o trenó e a paciência de Papai Noel são enormes), mas sim, por falta de sensatez, porque o tempo não para, um caminhão carregado de bananas ladeira abaixo não para, e as mulheres tagarelas também não param de falar. São os imponderáveis do viver. Eis a inconveniente lista:

Um relógio cujos ponteiros rodem para trás. Que pedido mais besta. Você não pensa em fazer as henas rirem, pensa? Até porque hena é arbusto, meu chapa. Aprenda: os quadrúpedes voadores que arrastam trenós pelos céus de brigadeiro chamam-se renas, escreve-se com érre. Depois que a bala saiu do cano fumegante, depois que a bola cruzou completamente a linha divisória do campo, depois que as belas se deixaram fotografar nuas pelos celulares dos namorados, depois que as palavras saíram impensadas da garganta, depois que o último emiéle de esperma foi semeado em terreno fértil, não há nada mais o que se possa fazer. O tempo %u2014 cruel como só %u2014 não somente não para, como jamais retrocede. O tempo age como um psicopata e jamais sente remorso pela miserável condição humana.

A paz na terra. "Eu sei que a vida parece uma merda, meu filho, mas procure relevar..." %u2014 disse-me mamãe, enquanto coava o café. Não sei se é pelo excesso de pensamentos ou de cafeína, mas, desde que um raio caiu na coivara e acendeu o ódio nos corações dos nossos cavernosos ancestrais, eu ando descrente à beça com os desígnios da humanidade. Apesar do tema "paz na terra" servir de excelente mote aos compositores de música gospel e de repertório palpitante para a ladainha dos padres nas missas dominicais, eu não consigo, por mais que me esforce, conceber que, nalgum dia, os homens se sentarão ao redor de uma mesa para tomarem café com broas de milho, sem que algum deles tente se apoderar da bandeja inteira. A dominação, a violência, a crueldade simplesmente exercem um fascínio incrível sobre o ser humano. Vejam a mamãe, por exemplo: ela matou a minha fome de vingança com uma reles xícara de café mais três biscoitos de queijo. Esta, sim, uma mulher senil merecedora, senão de um Prêmio Nobel da Paz, do Troféu Aventalzinho de Ouro da Dona Ofélia.

Um ex-amor do passado. Não seja estúpido, gracinha. Se a pessoa em questão é um ex-amor, fica implícito que ela pertença ao passado. Isto não é pleonasmo literário, mas, uma tolice redundante da sua parte. Papai Noel não é uma cigana gorda para sair por aí restaurando castelinhos de amor. Pior que se submeter ao ridículo de implorar para ser amado é reivindicar ao obeso da farda vermelha com pompons que traga de volta um amor que se acabou. Mesmo que esteja combalido ou acometido pela Doença de Alzheimer, Papai Noel não é idiota. Você, sim, parece um animalzinho irracional (uma rena saltitante, na melhor das hipóteses), ao pedir que alguém volte a lhe amar como nos velhos tempos. Isso é muito constrangedor, muito mais constrangedor do que o tiro que eu pretendo dar indagorinhamesmo na rena voadora que pousou no meu terraço. Adendo: encomendei ao pançudo escarlate um fuzil israelense de uso exclusivo do crime organizado no Rio, e ele vai doá-lo ao exército brasileiro. Vai ser bonzinho assim lá na Faixa de Gaza.

A boa e velha dignidade de volta. É mais fácil pedir "muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender". Falando em negócios, a Copa do Mundo de Futebol está chegando e tem muita gente por aí cobrando que Papai Noel e Papai do Céu façam, não uma nova dupla sertaneja, mas, uma parceria exitosa com Joseph Blatter, para que o triunvirato nos presenteie com mais um título mundial, providência fundamental para ir tocando em frente a vida. Tipo assim, como se Blatter comprasse o árbitro, Noel descesse perigosamente pela direita, cruzasse na área e Deus %u2014 numa jogada milagrosa %u2014 metesse de bicicleta a bola na gaveta. Eu me pergunto, aturdido, entregue, resignado, puto da vida: o que seria deste país se não existisse o futebol? Uma nação mais cidadã, quem sabe.

A capacidade de voltar a sonhar. Sei que está meio em cima da hora, mas fica aqui um pedido pessoal ao velhinho do trenó cor de sangue. Vai que cola...

 

 

 

comentários[0]

23

dez
2013

Canção das coisas que dormem lá fora e acordam aqui dentro

Amei esse texto pela beleza e qualidade!Espero que vocês também gostem... Quem escreveu foi André J. Gomes e está disponível em: http://www.revistabula.com/1718-cancao-das-coisas-que-dormem-la-fora-e-acordam-aqui-dentro/

Canção das coisas que dormem lá fora e acordam aqui dentro

 

Tem um galo cantando lá longe. Ele canta baixinho, tranquilo, seu canto de quem agradece a Deus pelo céu azul imenso de nuvens brancas varridas que vem aí, sob o sol alaranjado da alegria, esquentando o vento que varre das casas as angústias de ontem, que seca as roupas e renova a vida.

Tem um galo cantando. Ele canta lindo, profundo, comovido, para a mulher que em algum lugar dança sozinha de olhos fechados, pés descalços, mãos abertas e coração transbordando música e lembranças. Canta para as crianças que pulam da cama e enchem a casa de vida. Para quem faz bem o seu trabalho honesto, seja ele qual for. Canta para as pessoas esforçadas, as moças que tomam sorvete enquanto caminham com pressa na volta à lida depois do almoço.

Lá longe, um galo canta para o perfume da chuva esfriando o solo que arde de tristezas concretas e sentimentos ralos como a poeira de terra seca e pele morta. E ele canta para aquela espécie rara de gente que devolve o troco quando vem a mais.

Enquanto ele canta, um cachorro deita aos pés de seu dono triste e um gato errante, arruaceiro e andarilho retorna de seu longo e costumeiro passeio noturno para a companhia de seu amigo gente que o espera amoroso e solitário.

Tem um galo cantando lá longe seu canto perfeito e brutal. Ele canta para aqueles que, mesmo no fim do amor, continuam se amando tanto e tão sinceramente a ponto de rezar pela felicidade do outro em qualquer tempo, em quaisquer braços. O galo canta forte como a lembrança do cheiro simples de uma mangueira jorrando água e saudade no corredor de cimento do quintal pequeno, numa quarta-feira à tarde, quando até o sol cochila de amor na sesta e esquece de ir embora.

Canta para o campo enorme de futebol que o menino imagina em seu coração gigante no terreno de terra e pedra, as traves de chinelo, a bola puída passando entre as pernas de adversários invisíveis, sob os gritos da torcida que não existe. O galo canta para os homens e as mulheres de meia idade que voltam à escola depois de anos caminhando longe dos livros, os olhos cheios de medo e curiosidade, a alma aberta, repleta, ansiosa. E ele canta para a potência grandiosa da vida que nasce irrefreável em todos os cantos, a toda hora.

 

Tem um galo cantando lá fora. Ele canta para as mães e suas mães que também tiveram mães, nascidas de outras mães, com quem aprenderam a arrumar a casa como quem dá jeito no mundo, corrigindo todo erro com um amor irrefreável que se perpetua e continua e nos salva e nos censura e nos redime de nossas faltas. Canta para os pais que caminham ao lado de suas crianças, as mãos dadas com o cuidado de quem acompanha a última chance de salvar um mundo padecido e ameaçado pela falta de graça, a burrice, a maldade e o mal gosto.

Para quem acredita no poder das surpresas afetuosas o galo também canta. Ele canta alto para as pessoas que olham as outras com ternura, que adotam crianças, cachorros e novas posturas. Canta para os amigos que emprestam seus livros por gosto. E para aqueles que devolvem os livros emprestados, seja por cuidado, respeito ou pela mais simples vergonha na cara.

Incansável e destemido, o galo canta para os amigos que se reencontram muitos anos depois e ainda se reconhecem meninos, apesar do tempo e das rugas, no olhar de quem já tanto caminhou e ainda há de caminhar. Canta para a saudade doída que brota nas músicas de ontem, nos filmes revistos, em fotografias resgatadas. Canta para acordar a cidade deitada sob o céu que agora amanhece da noite salpicada de estrelas, como asteriscos apontando no quadro negro lembranças, recados, significados ocultos e escancaradas palavras de amor para Deus sabe quem.

E acima de tudo, ele canta para uma alma solitária no silêncio de sua alcova sonhando com a compreensão. Ela que tantos esperam receber e tão poucos se dispõem a dar. Ela que alguém diz ainda existir por aí, bela e inverossímil como a moça nativa de uma ilha distante que faz doces para melhorar a vida. Tão boa e tão linda. Tão linda.

Tem um galo cantando bem perto. Ouviu? Tem um galo cantando. Ele está cantando para mim e para você. Está cantando para nós e para os nossos. Ele está cantando aqui dentro. Ele está cantando para sempre.

 

comentários[0]

2

dez
2013

Gabaritos dos Simulados

Bom dia, meus queridos!

image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gabarito prometido!

8º Ano - Literatura

1-D

2-B

3-C

4-D

5-B

6-C

7-A

8-B

9-D

10-B

8º Ano Português

11-B

12-A

13-C

14-B

15-E

16-B

17-D

18-B

19-B

20-B

Acredito no seu Sucesso! Beijocas! E Férias maravilhosas, Sempre com Jesus!

 

 

 

comentários[0]

calendário


Assinar RSS