Portal da Educao Adventista

*Profª Ritíssima *

4

fev
2015

O Discurso do rei

Essa resenha é bem interessante! O filme, muito mais! Vale a pena ver...

 

 

"Um quase desconhecido e autodidata terapeuta vocal chamado Lionel Loque salvou a família real inglesa nas primeiras décadas do século XX.

Logue não era um aristocrata britânico, nem mesmo inglês, mas foi quem, sozinho, levou o duque de York, futuro rei George VI, nervoso e com problemas de fala, a se tornar um dos maiores reis da Grã-Bretanha, depois que seu irmão, Eduardo VIII, abdicou em 1936.

História inédita do relacionamento entre Logue e o rei George VI, coescrita com o neto de Logue e baseada exclusivamente nos diários e arquivos de seu avô Lionel."

Quando eu faço uma resenha aqui a ideia é dar ideia sobre o que aconteceu no livro, meio que respondendo aquelas perguntas "será que é bom?", "será que eu leio?" e "é sobre o que?". Então, achei que não seria certo fazer uma resenha sem ter visto o filme, considerando que o livro é produto dele.

É isso mesmo, se você não sabia O Discurso do Rei é um livro feito a partir do filme. O que contam é mais ou menos assim: fazendo pesquisas para retratar o filme do modo mais real possível, acabaram vendo que seria legal mostrar a história com mais detalhes (além de mais lucrativo). A partir daí, o neto do "médico" do Rei, junto com um jornalista, escreveu o livro.

Comparando filme e livro, eles são diferentes porque apresentam focos diferentes, mesmo usando o mesmo cenário. O filme foca na ideia de superar a dificuldade, dando realce às técnicas não convencionais do médico. Já o livro, foca na amizade desenvolvida entre o rei e Logue, bem no clima "foi assim que aconteceu".

Se você espera uma narração comum com personagens e tal, não vai encontrar, não é um livro sobre isso. Eu indicaria para quem viu o filme e quer aprofundar. Também para quem gosta de ver aspectos da sociedade em outras épocas e locais. Ou, até para aqueles que estão estudando história e querem um ponto de vista diferente, um "alivio" nos estudos do vestibular sem realmente parar de aprender.

Como eu disse, o foco do livro é a relação entre o Rei (vou chama-lo assim para facilitar) e Logue (o "médico" da fala), de modo que tudo é trabalhado convergindo para esse ponto. Por que eles acabaram se conhecendo? Como foi o tratamento? E depois disso? Até quando eles mantiveram contato? Enquanto uma relação entre os dois, nós continuaremos lendo.

Podemos dividir o livro em três partes. O primeiro momento é o que eu mais gosto, o segundo é onde está a história que esperamos (Afinal, o que tem esse tal de discurso do rei? Como ele vai conseguir falar?). Já o terceiro eu confesso que até precisei me forçar a ler, mas é onde a História ganha mais força.

Parte 1 - Até eles se conhecerem.

De um lado, conhecemos como Logue cresceu, se interessou pela fala e foi parar na Inglaterra. Do outro, descobrimos como o Rei desenvolveu os problemas de fala e depois tentou curá-la sem grandes resultados. É tudo o que importa desde que os dois nasceram até o momento que começa o tratamento.

Parte 2- Se conhecendo.

Nessa parte mostra os primeiros anos da relação dos dois, o início das idas do Rei ao consultório de Logue e tudo o que aconteceu com eles, e com o mundo, nesse período. Algo interessante é que, diferente do filme, parece que o Rei melhora bem mais rápido, de modo que até passa um bom tempo adiando as consultas. Além disso, nós não sabemos exatamente o que é feito, é mais algo como "ele foi para a consulta" e citação de documentos que mostravam a melhora.

Parte 3- A relação.

A necessidade de fazer discursos foi o motivo para o Rei procurar Logue, então é o que determina a relação entre os dois. Mais discursos sérios para fazer, mais os dois estão juntos. Conforme o tempo passa, os dois ficam mais próximos (pelo menos, tanto quanto um Rei pode ser). O tratamento também muda, passando a ser muito mais a presença de Logue para dar confiança durante os discursos do que os exercícios. É nessa parte, também, que vemos como o Rei acabou virando rei e como foi a Segunda Guerra Mundial.

No geral, o livro é como se alguém fizesse várias pesquisas sobre Logue e o Rei, juntasse todas as informações e as unisse com certa narrativa. Não concordo em chama-lo de literatura exatamente. Se for definir o livro assim, ele é péssimo, mas se for visto como um livro de História, é bem interessante. E o melhor da síntese entre os dois tipos é que sai um livro de História que poderia mudar a opinião de muita gente sobre a matéria. Até eu, que gosto, acho que seria muito mais prazeroso aprender se os textos fossem mais como são no livro.

O livro, "O Discurso do Rei", está nas livrarias e é da editora José Olympio, que é da Record.  O filme acaba de ganhar o Oscar de melhor e em breve deve ser encontrado em todas as locadoras e lojas.

 

 

 

Título: O Discurso do Rei

Livro baseado no filme de mesmo nome.

Autores: Mark Loque e Peter Conradi

 

 

Disponível em: https://mestredasresenhas.wordpress.com/2011/04/24/resenha-o-discurso-do-rei/

Dia 04/02/2015.

comentários[9]

19

fev
2013

1º período de Administração

Bibliografia Básica

 

COLLIS, J. ; HUSSEY, R. Pesquisa em Administração: um guia prático para alunos de graduação e pós graduação. Tradução de Lucia Simonine. 2 ed.. Porto Alegre: Bookman, 2005.                                                                    

 

COOPER, D. R; SHINDLER, P. S. Métodos de Pesquisa em Administração.Tradução de Luciana de Oliveira da Rocha. 7 ed.. Porto Alegre: Bookman, 2003.                                                                                       

 

PEREIRA, A. T.: ROLIM, M.C.M.B.; Faculdades Integradas Curitiba. Orientações para apresentação de trabalhos acadêmicos. Curitiba, PR: Faculdades Integradas Curitiba, 2005.

 

 

Bibliografia complementar

 

ANDRADE, M.M. de. Introdução a metodologia do trabalho científico: elaboração de trabalhos na graduação. 9 ed. São Paulo: Atlas, 2009.

 

CERVO, A.L.; BERVIAN, P.A. Metodologia Científica. 6 ed. São Paulo; Prentice Hall, 2007

                                                               

MARCONI, M. A.; LAKATOS  E.M. Metodologia do trabalho científico. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2001.                                                                                   

 

comentários[0]

6

dez
2012

Gabarito 1 Contábeis - 2 Semestre

 

1-c

2-a

3-a

4-c

5-e

6-e

7-d

8-b

9-a

10-d

11-c

12-e

13-c

14-d

comentários[0]

3

nov
2012

Primeiro ano de Contábeis

Pessoal,

Aqui está o material para nossas próximas aulas.

 

image

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                      Língua Portuguesa - 1º período Ciências Contábeis 

 

Concordância Nominal

 

Na concordância nominal, os determinantes do substantivo (adjetivos, numerais, pronomes adjetivos e artigos) alteram sua terminação (gênero e número) para se adequarem a ele, ou a pronome substantivo ou numeral substantivo, a que se referem na frase.

O problema da concordância nominal ocorre quando o adjetivo se relaciona a mais de um substantivo, e surgem palavras ou expressões que deixam em dúvida.

Observe estas frases:

Aquele beijo foi dado num inoportuno lugar e hora.

Aquele beijo foi dado num lugar e hora inoportuna.

Aquele beijo foi dado num lugar e hora inoportunos. (aqui fica mais claro que o adjetivo refere-se aos dois substantivos)

  • regra geral - a partir desses exemplos, pode-se formular o princípio de que o adjetivo anteposto concorda com o substantivo mais próximo. Mas, se o adjetivo estiver depois do substantivo, além da possibilidade de concordar com o mais próximo, ele pode concordar com os dois termos, ficando no plural, indo para o masculino se um dos substantivos for masculino.

Um adjetivo anteposto em referência a nomes de pessoas deve estar sempre no plural (As simpáticas Joana e Marta agradaram a todos).

Quando o adjetivo tiver função de predicativo, concorda com todos os núcleos a que se relaciona. (São calamitosos a pobreza e o desamparo / Julguei insensatas sua atitude e suas palavras).

Quando um substantivo determinado por artigo é modificado por dois ou mais adjetivos, podem ser usadas as seguintes construções:

a) Estudo a cultura brasileira e a portuguesa;

b) Estudo as culturas brasileira e portuguesa;

c) Os dedos indicador e médio estavam feridos;

d) O dedo indicador e o médio estavam feridos.

A construção: Estudo a cultura brasileira e portuguesa, embora provoque incerteza, é aceita por alguns gramáticos.

No caso de numerais ordinais que se referem a um único substantivo composto, podem ser usadas as seguintes construções:

a) Falei com os moradores do primeiro e segundo andar./ (...) do primeiro e segundo andares.

Adjetivos regidos pela preposição de, que se referem a pronomes indefinidos, ficam normalmente no masculino singular, podendo surgir concordância atrativa.

a) Sua vida não tem nada de sedutor;

b) Os edifícios da cidade nada têm de elegantes.

Anexo, incluso, obrigado, mesmo, próprio - são adjetivos ou pronomes adjetivos, devendo concordar com o substantivo a que se referem.

a) O livro segue anexo;

b) A fotografia vai inclusa;

c) As duplicatas seguem anexas;

d) Elas mesmas resolveram a questão.

Mesmo = até, inclusive é invariável (mesmo eles ficaram chateados) / expressão "em anexo" é invariável.

Meio, bastante, menos - meio e bastante, quando se referem a um substantivo, devem concordar com esse substantivo. Quando funcionarem como advérbios, permanecerão invariáveis. "Menos" é sempre invariável.

a) Tomou meia garrafa de vinho;

b) Ela estava meio aborrecida;

c) Bastantes alunos foram à reunião;

d) Eles falaram bastante;

e) Eram alunas bastante simpáticas;

f) Havia menos pessoas vindo de casa.

Muito, pouco, longe, caro, barato - podem ser palavras adjetivas ou advérbios, mantendo concordância se fizerem referência a substantivos.

a) Compraram livros caros;

b) Os livros custaram caro;

c) Poucas pessoas tinham muitos livros;

d) Leram pouco as moças muito vivas;

e) Andavam por longes terras;

f) Eles moram longe da cidade;

g) Eram mercadorias baratas;

h) Pagaram barato aqueles livros.

É bom, é proibido, é necessário - expressões formadas do verbo ser adjetivo Não variam se o sujeito não vier determinado, caso contrário a concordância será obrigatória.

a) Água é bom;

b) A água é boa;

c) Bebida é proibido para menores;

d) As bebidas são proibidas para menores;

e) Chuva é necessário;

f) Aquela chuva foi necessária.

Só = sozinho (adjetivo. - var.) / só = somente, apenas (não flexiona).

a) Só elas não vieram;

b) Vieram só os rapazes.

Só forma a expressão "a sós" (sozinhos).

A locução adverbial "a olhos vistos" (= visivelmente) - invariável (ela crescia a olhos vistos).

Conforme = conformado (adjetivo - var.) / conforme = como (não flexiona).

a) Eles ficaram conformes com a decisão;

b) Dançam conforme a música.

O (a) mais possível (invariável) / as, os mais possíveis (é uma moça a mais bela possível / são moças as mais belas possíveis).

Os particípios concordam como adjetivos.

a) A refém foi resgatada do bote;

b) Os materiais foram comprados a prazo;

c) As juízas tinham iniciado a apuração.

Haja vista - não se flexiona, exceto por concordância atrativa antes de substantivo no plural sem preposição.

a) Haja vista (hajam vistas) os comentários feitos;

b) Haja vista dos recados do chefe.

Pseudo, salvo (= exceto) e alerta não se flexionam

a) Eles eram uns pseudo-sábios;

b) Salvo nós dois, todos fugiram;

c) Eles ficaram alerta.

Os adjetivos adverbializados são invariáveis (vamos falar sério / ele e a esposa raro vão ao cinema)

Silepse com expressões de tratamento - usa-se adjetivo masculino em concordância ideológica com um homem ao qual se relaciona a forma de tratamento que é feminina.

a) Vossa Majestade, o rei, mostrou-se generoso;

b) Vossa Excelência é injusto.

 

Concordância Verbal

 

* sujeito simples - verbo concorda com o sujeito simples em pessoa e número.

a) Uma boa Constituição é desejada por todos os brasileiros;

b) De paz necessitam as pessoas.

* sujeito coletivo (singular na forma com idéia de plural) - verbo fica no singular, concordando com a palavra escrita não com a idéia.

O pessoal já saiu.

Quando o verbo se distanciar do sujeito coletivo, o verbo poderá ir para o plural concordando com a idéia de quantidade (silepse de número) - a turma concordava nos pontos essenciais, discordavam apenas nos pormenores.

* sujeito é um pronome de tratamento - verbo fica na 3ª pessoa.

a) Vossa Senhoria não é justo;

b) Vossas Senhorias estão de acordo comigo.

* expressão mais de numeral - verbo concorda com o numeral.

a) Mais de um candidato prometeu melhorar o país;

b) Mais de duas pessoas vieram à festa.

* mais de um se (idéia de reciprocidade) - verbo no plural (Mais de um sócio se insultaram.).

* mais de um mais de um - verbo no plural (Mais de um candidato, mais de um representante faltaram à reunião.).

* expressões perto de, cerca de, mais de, menos de sujeito no plural - verbo no plural.

a) Perto de quinhentos presos fugiram.

b) Cerca de trezentas pessoas ganharam o prêmio.

c) Mais de mil vozes pediam justiça.

d) Manos de duas pessoas fizeram isto.

* nomes só usados no plural - a concordância depende da presença ou não de artigo.

  • sem artigo - verbo no singular (Minas Gerais produz muito leite / férias faz bem).
  • precedidos de artigo plural - verbo no plural ("Os Lusíadas" exaltam a grandeza do povo português / as Minas Gerais produzem muito leite).

Para nomes de obras literárias, admite-se também a concordância ideológica (silepse) com a palavra obra implícita na frase ("Os Lusíadas" exalta a grandeza do povo português).

* expressões a maior parte, grande parte, a maioria de (= sujeito coletivo partitivo) adjunto adnominal no plural - verbo concorda com o núcleo do sujeito ou com o especificador (AA).

a) A maior parte dos constituintes se retirou (retiraram).

b) Grande parte dos torcedores aplaudiu (aplaudiram) a jogada.

c) A maioria dos constituintes votou (votaram).

Quando a ação só pode ser atribuída à totalidade e não separadamente aos indivíduos, usa-se o singular (um bando de soldados enchia o pavimento inferior).

* quem (pronome relativo sujeito) - verbo na 3ª pessoa do singular concordando com o pronome quem ou concorda com o antecedente.

a) Fui eu quem falou (falei).

b) Fomos nós quem falou (falamos).

* que ( pronome relativo sujeito) - verbo concorda sempre com o antecedente.

Fomos nós que falamos.

* sujeito é pronome interrogativo ou indefinido (núcleo) de nós ou de vós - depende do pronome núcleo.

  • pronome-núcleo no singular - verbo no singular.

a) Qual de nós votou conscientemente?

b) Nenhum de vós irá ao cinema.

  • pronome-núcleo no plural - verbo na 3ª pessoa do plural ou concordando com o pronome pessoal.

a) Quais de nós votaram (votamos) conscientemente?

b) Muitos de vós foram (fostes) insultados.

* sujeito composto anteposto ao verbo - verbo no plural.

O anel e os brincos sumiram da gaveta.

  • com núcleos sinônimos - verbos no singular ou plural (O rancor e o ódio cegou o amante. / O desalento e a tristeza abalaram-me.).
  • com núcleos em gradação - verbo singular ou plural (um minuto, uma hora, um dia passa/passam rápido).
  • dois infinitivos como núcleos - verbo no singular (estudar e trabalhar é importante.).
  • dois infinitivos exprimindo idéias opostas - verbo no plural (Rir e chorar se alternam.).

* sujeito composto posposto - concordância normal ou atrativa (com o núcleo mais próximo).

Discutiram / discutiu muito o chefe e o funcionário.

Se houver idéia de reciprocidade, verbo vai para o plural (Estimam-se o chefe e o funcionário.).

Quando o verbo ser está acompanhado de substantivo plural, o verbo também se pluraliza (Foram vencedores Pedro e Paulo.).

* sujeito composto de diferentes pessoas gramaticais - depende da pessoa prevalente.

  • eu outros pronomes - verbo na 1ª pessoa plural (eu, tu e ele sairemos).
  • tu eles - verbo na 2ª pessoa do plural (preferência) ou 3ª pessoa do plural (tu e teu colega estudastes/estudaram?).

Se o sujeito estiver posposto, também vale a concordância atrativa (saímos/saí eu e tu).

* sujeito composto resumido por um pronome-síntese (aposto) - concordância com o pronome.

Risos, gracejos, piadas, nada a alegrava.

* expressão um e outro - verbo no singular ou no plural (Um e outro falava/ falavam a verdade.).

Com idéia de reciprocidade - verbo no plural (Um e outro se agrediram).

* expressão um ou outro - verbo no singular (Um ou outro rapaz virava a cabeça para nos olhar).

* sujeito composto ligado por nem - verbo no plural (Nem o conforto, nem a glória lhe trouxeram a felicidade.).

Aparecendo pronomes pessoais misturados, leva-se em conta a prioridade gramatical (nem eu, nem ela fomos ao cinema).

* expressão nem um nem outro - verbo no singular (Nem um nem outro comentou o fato.).

* sujeito composto ligado por ou - faz-se em função da idéia transmitida pelo ou.

  • idéia de exclusão - verbo no singular (José ou Pedro será eleito para o cargo / um ou outro conhece seus direitos)
  • idéia de inclusão ou antinomia - verbo no plural (matemática ou física exigem raciocínio lógico / riso ou lágrimas fazem parte da vida)
  • idéia explicativa ou alternativa - concordância com sujeito mais próximo (ou eu ou ele irá / ou ele ou eu irei)

* expressão um dos que - verbo no singular (um) ou plural (dos que).

Ele foi um dos que mais falou/falaram.

Se a expressão significar apenas um, verbo no singular (é uma das peças de Nelson Rodrigues que será apresentada).

* sujeito é número percentual - observar a posição do número percentual em relação ao verbo.

  • verbo concorda com termo posposto ao número (80% da população tinha mais de 18 anos / dez por cento dos sócios saíram da empresa).
  • o verbo concorda com o número quando estiver anteposto a ele (perderam-se 40% da lavoura).
  • verbo no plural, se o número vier determinado por artigo ou pronome no plural (os 87% da produção perderam-se / aqueles 30% do lucro obtido desapareceram).

* sujeito é número fracionário - verbo concorda com o numerador.

1/4 da turma faltou ontem. / 3/5 dos candidatos foram reprovados.

* sujeito composto antecedido de cada ou nenhum - verbo na 3ª pessoa do singular.

Cada criança, cada adolescente, cada adulto ajudava como podia. / nenhum político, nenhuma cidade, nenhum ser humano faria isso.

* sujeito composto ligado por como, assim como, bem como (formas correlativas) - deve-se preferir o plural, sendo mas raro o singular.

Rio de Janeiro como Florianópolis são belas cidades. / tanto uma, como a outra, suplicava-lhe o perdão.

* sujeito composto ligado por com - observar presença ou não de vírgulas.

  • verbo no plural sem vírgulas (Eu com outros amigos limpamos o quintal.)
  • verbo no singular com vírgulas, idéia de companhia (O presidente, com os ministros, desembarcou em Brasília.)

* sujeito indeterminado SE, verbo no singular.

Assistiu-se à apresentação da peça.

* sujeito paciente ao lado de um verbo na voz passiva sintética - verbo concorda com o sujeito.

Discutiu-se o plano. / Discutiram-se os planos.

* locução verbal constituída de: parecer infinitivo - verbo parecer varia ou o infinitivo.

a) As pessoas pareciam acreditar em tudo.

b) As pessoas parecia acreditarem em tudo.

Com o infinitivo pronominal, flexiona-se apenas o infinitivo (Elas parece zangarem-se com a moça.)

* verbos dar, bater e soar horas - verbos têm como sujeito o número que indica as horas.

a) Deram dez horas naquele momento.

b) Meio-dia soou no velho relógio da igreja.

* verbos indicadores de fenômenos da natureza - verbo na 3ª pessoa singular por serem impessoais, extensivo aos auxiliares se estiverem em locuções verbais.

a) Geia muito no Sul.

b) Choveu por muitas noites no verão.

Em sentido figurado deixam de ser impessoais (Choveram vaias para o candidato.)

* haver = existir ou acontecer, fazer (tempo decorrido) é impessoal.

a) Havia vários alunos na sala (= existiam).

b) Houve bastantes acidentes naquele mês (= aconteceram).

c) Não a vejo faz uns meses (= faz).

d) Deve haver muitas pessoas na fila (devem existir).

Considera-se errado o emprego do verbo ter por haver quando tiver sentido de existir ou acontecer (J há um lugar ali. / L tem um lugar ali.)

Os verbos existir e acontecer são pessoais e concordam com seu sujeito (Existiam sérios compromissos. / Aconteceram bastantes problemas naquele dia.)

* verbo fazer indicando tempo decorrido ou fenômeno da natureza (impessoal).

a) Fazia anos que não vínhamos ao Rio.

b) Faz verões maravilhosos nos trópicos.

* verbo ser - impessoal quando indica data hora e distância, concordando com a expressão numérica ou a palavra a que se refere (Eram seis horas. / Hoje é dia doze. / Hoje é ou são doze. / Daqui ao centro são treze quilômetros.).

* se estiver entre dois núcleos das classes a seguir, em ordem, concordará, preferencialmente, com a classe que tiver prioridade, independente de função sintática.

* pronome pessoal %u2192 pessoa %u2192 substantivo concreto %u2192 substantivo abstrato %u2192 pronome indefinido, demonstrativo ou interrogativo.

a) Tu és Maria.

b) Maria és tu.

c) Tu és minhas alegrias.

d) Minhas alegrias és tu.

e) Maria é minhas alegrias.

f) Minhas alegrias é Maria.

g) As terras são a riqueza.

h) A riqueza são as terras.

i) Tudo são flores.

j) Emoções são tudo.

* se o sujeito é palavra coletiva, o verbo concorda com o predicativo (A maioria eram adolescentes. / A maior parte eram problemas.).

* sujeito indica peso, medida, quantidade é pouco, é muito, é bastante, é suficiente, é tanto, verbo ser no singular (Três mil reais é pouco pelo serviço. / Dez quilômetros já é bastante para um dia.).

* silepse de pessoa - verbo concorda com um elemento implícito.

a) A formosura de Páris e Helena foram causa da destruição de Tróia.

b) Os brasileiros somos improvisadores (idéia de inclusão de quem fala entre os brasileiros).

 

 

 

 

Atividades

 

Faça a concordância correta com uma das opções entre parênteses:

 

1.      Sabes quantos meses...............................que não vou ao cinema? Pois hoje ......................fazendo dois meses e meio.( faz,fazem - está-estão)

2.      Dessa forma, .........................-se todas as proposições que se .............................no decorrer do seminário.(mantém,mantêm - fez,fizeram)

3.      Já........................algumas semanas que não ................................... tais crimes em Porto Alegre.( fazia,faziam - acontecia-aconteciam)

4.      O diretor passou por aqui ...................poucos instantes.(a,há)

5.      Haja .................os dois decretos assinados ontem pelo governo.(vista,visto)

6.      Podem ter certeza de que não serei eu que ....................com essas despesas.(arcarei,arcará)

7.      Nesta ficha........................apontamentos que ..................valor para os médicos.( tem,têm - tem,têm)

8.      Vossa Excelência e ...........................comitiva ........................nossos convidados de honra.(sua,vossa - sereis, serão)

9.      Amanhã .........................sete meses que nos mudamos para cá.( fará,farão)

10.     ..............................fazer duas semanas que se encontrava doente.(devia, deviam)

11.     Ainda que chova, tu e teus irmãos ...............................de comparecer à cerimônia.(tereis,terão)

12.     Existem regiões em que .........................quarenta graus à sombra.(faz,fazem)

13.     Dirigimo-nos a Vossa Senhoria para solicitar-.......................  .......................apoio a nossa iniciativa.(lhe,vos - seu,vosso)

14.     Hoje ......................28 de fevereiro.(é,são)

15.     Não fomos nós quem .............................. essas iniciativas.(incentivou, incentivamos)

16.     Foram os alunos  mesmos quem ........................essa solução.(sugeriu,sugeriram)

17.     Talvez se .............................a novas buscas ao amanhecer.(proceda,procedam)

18.     Se ...................................condições, nossa cidade daria apoio ao projeto.(houvesse,houvessem)

19.     ......................................a faltar vacinas para as vítimas.( começou, começaram)

20.     Embora se ............................... de pessoas honestas, participaram de negócios escusos.(trate,tratem)

21.     A perspectiva de ....................................novos problemas não está  afastada. (surgir, surgirem)

22.     Entre mim e o eminente homem público não ................................... nem jamais............................problemas.(existe,existem - existiu, existiram)

23.     A maioria das pessoas ................................a idade.(esconde, escondem)

24.     O ambiente está tenso: haja ............................as manifestações de ontem.(vista,visto)

25.     É certo que o clima melhorou. Haja.............................. O afluxo crescente de turistas.( vista,visto)

26.     Diante de certos sofrimentos,................................. -me palavras de consolo.(falta, faltam)

27.     Aos dias de amargura..............................de suceder momentos de felicidade.(haveria,haveriam)

28.     Não ......................... discutir esses problemas agora.(adianta, adiantam)

29.     ..............................- nos aclarar muitos pontos do projeto.(faltava, faltavam)

30.     As informações de que se ............................ não merecem crédito.( dispõe, dispõem)

31.     Em política não se .......................... portas nem se ..........................pontes.(fecha,fecham - queima-queimam)

32.     A ação da Polícia Civil e da Brigada Militar .......................... da confiança e da cooperação de todos.(depende, dependem)

33.     Fui eu quem ..............................a favor dos posseiros.(intervim, interveio)

34.     Os candidatos podem ............................mão de seus espaços nos meios de comunicação.(abrir, abrirem)

35.     O resultado do concurso será transmitido no dia 12 do corrente, podendo os trabalhos .............................. entregues até as vinte horas.(ser, serem)

36.     .................................- se de particularidades que não nos .........................apreciar.(tratava,tratavam - competia, competiam)

37.     As responsabilidades serão apuradas, sejam elas de quem...............................(for,forem)

38.     Setenta por cento dos ônibus que .........................na cidade .........................em péssimas condições.( trafega,trafegam - está, estão)

39.     As inscrições ao concurso estão abertas, devendo os candidatos.........................diploma de curso superior.(possuir,possuírem)

40.     Agora tratarei de assuntos que lhes ...........................(interessa,interessam)

41.     São problemas que ..........................às autoridades resolver.(cabe, cabem)

42.     ...................................-me três pontos do programa de português.(falta,faltam)

43.     Aos alunos não....................essa alteração.(convém,convêm)

44.     .......................... -se obtido excelentes resultados com o novo método.( tem,têm)

45.     Caso ................novidades, avise-me.(haja, hajam)

46.     Caso .................novidades, avise-me.( ocorra, ocorram)

47.     Embora se .............................de recursos suficientes, não houve a compra do terreno.(dispusesse, dispusessem)

48.     Compramos uma grosa, ou......................., 144 unidades.( seja,sejam)

49.     Cada vez mais me ....................... pânico essas concentrações.(causa, causam)

50.     Entre mim e ti não ............................haver brigas.( deve,devem)

51.     ...................................-se assuntos alheios à ordem do dia.(discutia, discutiam)

52.     Nunca.........................tantas reclamações. Não é possível que .......................tantos enganos.( houve,houveram - ocorra, ocorram)

53.     Com estas medidas, acredito  que não .........................................mais problemas.( haverá, haverão)

54.     Já ........................ três dias que ele não aparece por aqui.( faz, fazem)

55.     Penso que ............................ existir outros meios para você atingir seu objetivo.( deve, devem)

56.     .......................................muito tempo, .......................................... ali alguns fatos estranhos.(há,a - aconteceu, aconteceram)

57.     O relógio da sala ..........................quatro horas. Agora, .................................... apenas trinta minutos para ele chegar. ( bateu, bateram - falta, faltam)

58.     Eles .....................................serem companheiros há tempo.( parece, parecem)

59.     ............................................muitas controvérsias sobre a aplicação da reforma do ensino.( surgiu, surgiram)

60.     Como .................................haver pessoas tão malvadas?( pode, podem)

61.     ..................................................., ao longe, os sinos replicando!( ouvia-se, ouviam-se)

62.     ......................................dias agradáveis na primavera.( faz, fazem)

63.     ......................................anos que ele não vai à terra natal.( faz, fazem)

64.     .....................................de tantos dissabores! ( basta, bastam)

65.     ................................três dias de expectativas! ( é, são)

66.     José ou Mário ................................................o presidente da companhia.( será, serão)

67.     ..........................................-se situações, mas não se .............................................soluções.( questiona, questionam - encontra, encontram)

68.     Nem a seca nem a enchente ......................................... abalar a fibra deste povo.( conseguiu, conseguiram)

69.     A esperança, minha gente, ............................eles! (é, são)

70.     ..........................................de amigos sinceros, mas só .......................................... pessoas oportunistas.) Precisa-se, precisam-se - aparece, aparecem)

 

Corrija as seguintes frases:

 

1.      Os Estados Unidos afastou-se da reunião geral.

2.      Qual de nós venceremos a competição?

3.      Restaura-se móveis antigos.

4.      Soou duas horas no carrilhão.

5.      Era cerca de dez homens.

6.      Falta ainda trinta páginas para terminar o livro.

7.      Quantas injustiças houveram na guerra.

8.      Tenho que fazer as coisas que me convém e não o que quero.

9.      Divulgaram-se, nos noticiários da imprensa mundial, que os conflitos do Oriente Médio são de difícil solução.

10.     Tu sabias que continuam havendo pedidos de exoneração de alguns cargos públicos?

 

 

1.Complete os espaços com um dos nomes colocados nos parênteses.
a) Será que é __________________ essa confusão toda?
                                                             (necessário/ necessária)
b) Quero que todos fiquem ________________.
                                                            (alerta/ alertas)
c) Houve ____________ razões para eu não voltar lá.
                                                        (bastante/ bastantes)
d) Encontrei ____________ a sala e os quartos.
                                                               (vazia/vazios)
 
e) A dona do imóvel ficou __________ desiludida com o inquilino.
                                                                                                (meio/ meia)

2.(FUVEST) "Na reunião do Colegiado, não faltou, no momento em que as discussões se tornaram mais violentas, argumentos e opiniões veementes e contraditórias."
No trecho acima, há uma infração as normas de concordância.
a) Reescreva-o com devida correção.
b) Justifique a correção feita.

3.Reescrever as frases abaixo, corrigindo-as quando necessário.
 
a) "Recebei, Vossa Excelência, os processos de nossa estima, pois não podem haver cidadãos conscientes sem educação."
b) "Os projetos que me enviaram estão em ordem; devolvê-los-ei ainda hoje, conforme lhes prometi."

4. Como no exercício anterior.
 
a) "Ele informou aos colegas de que havia perdido os documentos cuja originalidade duvidamos."
b) "Depois de assistir algumas aulas, eu preferia mais ficar no pátio do que continuar dentro da classe."
 
5. Reescrever as frases abaixo, corrigindo-as quando necessário.
a) "Faziam apenas dois meses que ela ficara viúva e mais de uma proposta de casamento apareceram; porém, deviam haver sérios motivos para ela recusá-las."
b) "Se for levado em consideração as necessidades imediatas da escola, a reforma das instalações terão prioridade."
 
6. Colocar:  "C" quando correto, "E" quando errado
a) (  ) Amanhã se fará os últimos exames.
b) (  ) Restam-me alguns dias de férias.
c) (  ) Os Estados Unidos intervieram nos conflitos sul-africanos há alguns meses.
d) (  ) É necessária liberdade de expressão.
e) (  ) São crianças a cuja situação muita gente é insensível.
f)  (  ) Envie algum dinheiro daquela casa de caridade.
g) (  ) Assisti e gostei muito daquele filme.
h) (  ) Não me pouparam esforços para que o rio fosse despoluído.

7. (CESBRANRIO) "Noites pesadas de cheiros e calores amontoados..."
 
Aponte a opção em que, substituídos os substantivos destacados acima, fica incorreta a concordância de "amontoado".
 
a) nuvens e brisas amontoadas
b) odores e brisas amontoadas
c) nuvens e morros amontoados
d) morros e nuvens amontoados
e) brisas e odores amontoadas
 
8. (PUCCAMP) A frase em que a concordância nominal está correta é:
 
a) A vasta plantação e a casa grande caiados há pouco tempo era o melhor sinal de prosperidade da família.
b) Eles, com ar entristecidos, dirigiram-se ao salão onde se encontravam as vítimas do acidente.
c) Não lhe pareciam útil aquelas plantas esquisitas que ele cultivava na sua pacata e linda chácara do interior.
d) Quando foi encontrado, ele apresentava feridos a perna e o braço direitos, mas estava totalmente lúcido.
e) Esses livro e caderno não são meus, mas poderão ser importante para a pesquisa que estou fazendo.
 
 
9. (UNEB - BA) Assinale a alternativa em que, pluralizando-se a frase, as palavras destacadas permanecem invariáveis:
a) Este é o meio mais exato para você resolver o problema: estude só.
b) Meia palavra, meio tom - índice de sua sensatez.
c) Estava  naquela ocasião; acreditei, pois em sua meia promessa.
d) Passei muito inverno .
e)  estudei o elementar, o que me deixa meio apreensivo.
 
 
10.(MACKENZIE)
 
I. Os brasileiros somos todos eternos sonhadores.
II. Muito obrigadas! - disseram as moças.
III. Sr. Deputado, V. Exa. Está enganada.
IV. A pobre senhora ficou meio confusa.
V. São muito estudiosos os alunos e as alunas deste curso.
 
Há uma concordância inaceitável de acordo com a gramática:
 
a) em I e II
b) em II, III e IV
c) apenas em II
d) apenas em III
e) apenas em IV

 

 

1) Assinale a alternativa em que ocorreu erro de concordância nominal.
a) livro e revista velhos
b) aliança e anel bonito
c) rio e floresta antiga
d) homem, mulher e criança distraídas

2) Assinale a frase que contraria a norma culta quanto à concordância nominal.
a) Falou bastantes verdades.
b) Já estou quites com o colégio.
c) Nós continuávamos alerta.
d) Haverá menos dificuldades na prova.

3) Há erro de concordância nominal na frase:
a) Nenhuns motivos me fariam ir.
b) Estavam bastante fracos.
c) - Muito obrigada, disse a mulher.
d) Foi um crime de lesa-cristianismo.

4) Está correta quanto à concordância nominal a frase:
a) Levou camisa, calça e bermuda velhos.
b) As crianças mesmo consertariam tudo.
c) Trabalhava esperançoso a moça e o rapaz.
d) Preocupadas, a mãe, a filha e o filho resolveram sair.

5) Cometeu-se erro no emprego de ANEXO em:
a) Anexas seguirão as fotocópias.
b) Em anexo estou mandando dois documentos.
c) Estão anexos a certidão e o requerimento.
d) Anexo seguiu uma foto.

6) Há erro de concordância nominal na seguinte frase:
a) Vós próprios podereis conferir.
b) Desenvolvia atividades o mais interessantes possíveis.
c) Anexa ao requerimento,está  a documentação solicitada.
d) Ele já estava quite e tinha bastantes possibilidades de vitória.

7) Assinale o erro de concordância nominal.
a) Maçã é ótimo para isso.
b) É necessário atenção.
c) Não será permitida interferência de ninguém.
d) Música é sempre bom.

8) Assinale a frase imperfeita quanto à concordância nominal.
a) O artista andava por longes terras.
b) Realizava uma tarefa monstro.
c) Os garotos eram tal qual o avô.
d) Aquela é a todo-poderosa.

9) Em qual alternativa apenas a segunda palavra dos parênteses pode ser usada
na lacuna?
a) Estudei música e literatura............................ ( francesa / francesas )
b) Histórias quanto.............................. tristes. ( possível / possíveis )
c) Nem um nem outro......................... fugiu. ( animal / animais )
d) Só respondia com .......................palavras. ( meio / meias )

10) Marque o erro de concordância.
a) Os alunos ficaram sós na sala.
b) Já era meio-dia e meio.
c) Os alunos ficaram só na sala.
d) Márcia está meio vermelha.

11) Assinale a opção em que o nome da cor apresenta erro de concordância.
a) Tem duas blusas verde-musgos.
b) Usava sapatos creme.
c) Comprou faixas verde-azuladas.
d) Trouxe gravatas azul-celeste.

12) Aponte o erro de concordância.
a) Vi homem e mulher animados.
b) Era uma pseuda-esfera.
c) Encontramos rio e lagoa suja.
d) Regina ficou a sós.

13) Marque a frase com palavra mal flexionada.
a) Comprou camisas vermelho-sangue.
b) Assuntos nenhum lhe agravavam.
c) Não há quaisquer perspectivas.
d) Elas não se abrem por si sós.

14) (PROF.-MT) A frase em que a concordância nominal contraria a norma
culta é:
a) O poeta considera ingrata a terra e o filho.
b) O poeta considera ingrato o filho e a terra.
c) O poeta considera ingratos a terra e o filho.
d) O poeta fala de um filho e uma terra ingratas.
e) O poeta fala de uma terra e um filho ingratos.

15) (T.A.CÍVEL-RJ) "tornou-se absolutamente claro para mim que eu queria
mesmo era escrever em português."
Das frases abaixo, a que contraria a norma culta quanto à concordância
nominal é:
a) Tornou-se clara para o leitor minha posição sobre o assunto.
b) Deixei claros para o leitor meus pontos de vista sobre o assunto.
c) Ficou clara para o leitor minha posição e meus argumentos sobre o
assunto.
d) Ficaram claras para o leitor minha posição e argumentação sobre o
assunto.
e) Quero tornar claros para o leitor serem estes meus argumentos sobre o
assunto.

16) (TFC) Assinale a opção em que não há erro.
a) Seguem anexo os formulários pedidos.
b) Não vou comprar esta camisa. Ela está muito caro.
c) Estas questões são bastantes difíceis.
d) Eu lhes peço que as deixem sós.
e) Estando pronto os preparativos para o início da corrida, foi dada a
largada.

 

Exercícios

Preencha os espaços, observando a concordância nominal:

 

1.      O vento e o frio ....................................crestaram minham samambaia.( primaveril)

2.      A sala do departamento ocupa o primeiro e o segundo ........................(pavimento)

3.      O argumento e o modo de exposição ................................convenceram os ouvintes.(adequado)

4.      Devemos  ser ............................... e ............................(atento e cuidadoso)

5.      Os alunos estão ...............................com a mensalidade da escola.(quite)

6.      Para indisposição estomacal  é ...............................água mineral.(bom)

7.      É ..................................a entrada.(proibido)

8.      É.................................entrada.(proibido)

9.      Cerveja é ...............................(bom)

10.     A cerveja é ..........................(bom)

11.     As crianças foram ............................em ..........................circunstâncias.(encontrado,mau)

12.     Os vendedores visitam os clientes ..........................................(recém-fichado)

13.     Joana reconheceu ter ...................................(errado)

14.     Ela ................................ presenciou a cena.(mesmo)

15.     Márcia estuda literaturas ............................... e .............................( inglês e francês)

16.     Os boletins foram examinados, ....................................os da última semana.(exceto)

17.     Sua Excelência, o governador, estava.........................de sua esposa.(acompanhado)

18.     Sua  Excelência, a presidenta, estava ................................de seu esposo.(acompanhado)

19.     Vieram dois quilos de feijão e....................................... gramas de café.(duzentos)

20.     A conquista foi festejada com .................................guaraná.(bastante)

21.     É .................................... muita compreensão.(necessário)

22.     Aquela carta e aquele telefonema foram muito ................................(proveitoso)

23.     Comprara colares e sapatos ...............................(caro)

24.     Para conquistar o campeonato é .....................................muita dedicação.(preciso)

25.     Foram ................................na declaração informações gerais.(incluído)

26.     Estão ....................................as declarações.( incluso)

27.     ......................................várias horas do acontecimento, já ninguém se lembrava do fato.(transcorrido)

28.     Considero essas afirmações................................duvidosas.(meio)

29.     ........................a ampla publicidade, achei desnecessário citar a fonte do texto.(dado)

30.     Após as 22 horas, é .........................a entrada no condomínio.(proibido)

31.     Muito ............................., disse ela, com um largo sorriso.(obrigado)

32.     Nenhuma causa política, ..............................os elementos que descrevi, poderiam me entusiasmar.(dado)

33.     Brandão era um dos jogadores..........................preparados.(melhor)

34.     ........................funcionário é responsável pelo seu  setor.( todo ou todo o)

35.     O expediente começa meio-dia e ..........................(meio)

36.     Somente poderás entrar no clube se estiveres ........................com a tesouraria.(quite)

37.     São cada vez...................as  pessoas que vêm aqui.(menos)

38.     A emissora apresentava programas de características .......................................(médico-religioso)

39.     O confronto das testemunhas tornou .............................os erros do processo.(evidente)

40.     Decidiu-se que ficaria ......................ao estado a posse das terras.(assegurado)

41.     Creio que já os alertei .....................................vezes sobre este perigo.( bastante)

42.     Diga às funcionárias que elas ........................ terão de resolver este problema.(sozinho)

43.     Encaminhamos-lhes, ........................... as fichas de inscrição.(anexo)

44.     É necessário que todos estejam..............................(alerta)

45.     Elas..............................providenciaram os atestados que enviaram......................(mesmo, anexo)

46.     Somente os .............................adaptados sobrevivem.(melhor)

47.     Temos razões ................................para confiar no senhor.(bastante)

48.     É um lazer que torna .........................todas as horas.(inesquecível)

49.     Estava .............................a vila, a casa e o templo.(deserto)

50.     Estavam ............................a vila, a casa e o templo.(deserto)

51.     Não estamos ....................... nesta campanha.(só)

52.     Tratava-se de vaidade e orgulho ........................(excessivo)

53.     Permaneceram ................................. o juiz, o advogado e o réu.(quieto)

54.     Temos certeza de que V.S. continuará a prestigiar-nos com ............honrosa preferência. (seu)

55.     Na carreira de repórter , é ..................................perseverança.(necessário)

56.     Por .............................que sejam as consequências, esta é a única solução possível.( pior)

57.     O empresário deve ter ............................os seguintes princípios.( presente)

58.     ...............................ao relatório, V.Sas encontrarão diversos gráficos.(anexo)

59.     Vá à padaria e compre .........................gramas de pão.(trezentos)

60.     Para terminar aquele serviço, tive de trabalhar várias horas ..............(extra)

61.     Aquelas senhoritas me parecem ..........................tímidas.(meio)

62.     Faremos questão de deixar bem ..................todos os pormenores.(claro)

63.     Tiveram paciência e coragem ......................................(extraordinário)

64.     Onde estavam .............................a bolsa e o isqueiro?( guardado)

65.     Quero deixar bem ...........................uma coisa : não sou ingênuo.(claro)

66.     Não será .............................a entrada de repórteres.(permitido)

67.     Nem sempre vemos as coisas.............................. elas realmente são (tal qual)

68.     Com essa  medida, o empresário teve ...............................seus lucros.(diminuído)

69.     Vão............................ao processo várias fotografias.(anexo)

70.     Paisagens  as mais belas ..........................................(possível)

71.     Ela estava ....................................narcotizada.(meio)

72.     Vai ...............................à carta a minha fotografia.(anexo)

73.     São pessoas .....................................agradáveis.( bastante)

74.     Eles estavam .......................................com a tesouraria.(quite)

75.     Escolheu ..............................hora e momento para falar.( péssimo)

76.     Escolheu ..............................momento e hora para falar.( péssimo)

77.     Escolheu momento e hora ...................................para falar.(adequada)

78.     Aguardava ocasião e momento ...................................(oportuno)

79.     Manteiga é ............................(bom)

80.     A manteiga é ..........................(bom

 Mais um pouco...

Assinale a alternativa que melhor complete as lacunas:

1) Ela...................não sabia se as declarações deviam ou não ......................ao processo.

a)mesma, ir anexas                                                          d) mesmo, ir anexo

b)mesma, irem anexas                                                     e) mesmo, ir anexos

c)mesma, ir anexa

 

2)Ela estava ..........irritada e, à ..............voz, porém com ..............razões, dizia............desaforos.

a)meio, meia, bastantes, bastantes                             d) meia, meia, bastante, bastante

b)meia, meia, bastantes,bastantes                               e) meio, meia, bastante, bastante

c)meio, meio, bastantes, bastantes

 

3)Ainda .......................furiosa, mas com ........................violência, proferia injúrias ...................para escandalizar os mais arrojados.

a)meia, menas, bastantes                                                     d) meia, menos, bastante

b)meio, menos, bastante                                                       e) meio, menos, bastantes

c)meio, menas, bastantes

 

4)Elas...................providenciaram os atestados que enviaram ........................às procurações, como instrumentos ....................para os fins colimados.

a)esmas, anexos, bastantes                                            c) mesmo, anexo, bastante

        b)mesmas, anexo, bastante                                            d) mesmo, anexos, bastante

 

 

 

comentários[1]

calendário


Assinar RSS