Portal da Educao Adventista

*educar para salvar *

9

set
2013

O Relacionamento Laboral

"Vós, servos, obedecei a vossos senhores  segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a  Cristo; Não servindo à vista, como para agradar  aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus; Servindo de boa vontade como ao Senhor, e  não como aos homens.
Sabendo que cada um receberá do Senhor  todo o bem que fizer, seja servo, seja livre. E vós, senhores, fazei o mesmo para com  eles, deixando as ameaças, sabendo também que o Senhor deles e vosso está no  céu, e que para com ele não há acepção de pessoas." (Efésios 6:5-9)

 

(1) O relacionamento dos empregados para com os patrões (6: 5)

Não creio que era plano de Deus que existissem patrões e empregados. Mas com a entrada do pecado neste mundo, e o rumo que o mundo levou, acabou surgindo essas duas posições de senhor e servo. Deus não condena qualquer
dessas posições, mas dá orientações claras para os que se encontram numa posição ou noutra. 

Na Bíblia encontramos diversos exemplos de personagens bíblicos que se tornaram heróis da fé na sua posição de empregados. Destacamos o exemplo de José e Daniel, que assumiram posição de empregados e desempenharam
tão bem suas funções que ambos mereceram o apreço e a estima de seus patrões, subindo na escala hierárquica e fazendo carreira ao mais alto nível das duas maiores potências mundiais nas respectivas épocas.

(2) O relacionamento dos patrões para com os empregados (6: 9)

Aqui está o dever dos senhores. Devem agir da mesma maneira, e ser justos com os seus servos, do mesmo modo que esperam que estes sejam para com eles. Devem mostrar a mesma boa vontade e interesse por estes e terem
cuidado, para que sejam aprovados diante de Deus. Não devem ser tirânicos e nem opressores.

É lhe reconhecida a autoridade, mas também responsabilidades e deveres. O patrão tem o dever de pagar o justo salário (Colossenses 3:22) e Deus está atento a isso (Tiago 5:4). Deus não deixa de advertir que todo o que ocupa posição de patrão terá um dia de prestar contas do modo como agiu.

(3) O relacionamento entre patrões e empregados em Cristo (6: 6-8 e 9up.)

A constante consideração do Senhor Jesus Cristo tornará os homens de todas as posições fiéis e sinceros. Deus recompensará até o mínimo que tenha sido feito pelo sentimento do dever, e com o objetivo de glorificá-lo.

Todos possuem um Senhor a quem devem obedecer, e, tanto senhores como servos são conservos em relação a Jesus Cristo. Deus nos deixou orientações claras sobre este assunto, para que a injustiça não sufocasse aqueles que são submissos. Tanto senhores como servos são conservos em relação a Jesus Cristo.

 

comentários[0]

9

set
2013

Tese de Mestrado: A Influência da Capelania

Acesse o Blog em Downloads e baixe o arquivo: A Influência da Capelania no Crescimento Espiritual da Escola

 

comentários[0]

5

set
2013

Quem está com a razão?..

Os americanos falaram ao microfone do rádio:

 - Favor alterar seu curso 15 graus para norte para evitar colisão com nossa embarcação.

 Os canadenses responderam de pronto:

 - Recomendo mudar o
SEU curso 15 graus para sul.

 O americano ficou irritado.

 - Aqui é o capitão de
um navio da Marinha Americana. Repito, mude o SEU curso.

 

Mas o canadense insistiu:

 - Não. Mude o SEU
curso atual.

 

O diálogo começou a ficar agressivo. O capitão americano
berrou ao microfone:

 -ESTE É O PORTA-AVIÕES USS LINCOLN, O SEGUNDO MAIOR NAVIO DA FROTA AMERICANA NO ATLÂNTICO. ESTAMOS ACOMPANHADOS DE TRÊS DESTROYERS, TRÊS FRAGATAS E NUMEROSOS NAVIOS DE SUPORTE. EU EXIJO QUE VOCÊS MUDEM SEU CURSO 15 GRAUS PARA NORTE, OU ENTÃO TOMAREMOS
CONTRAMEDIDAS PARA GARANTIR A SEGURANÇA DO NAVIO.

 

E o canadense respondeu:

 - Aqui é um farol,
câmbio!

 

Às vezes a nossa arrogância nos faz cegos, quantas vezes criticamos a ação dos outros, quantas vezes exigimos mudanças de comportamento nas pessoas que vivem perto de nós quando na verdade nós é que deveríamos mudar
o nosso rumo ...

comentários[0]
Assinar RSS

mais buscadas

2004-2011 Educação Adventista Todos os direitos reservados.