Portal da Educao Adventista

*Informatica *

24

abr
2015

Android

 imagem - www.centralandroid.com.br

 
 

comentários[0]

19

abr
2015

Android 4.4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira o Android 4.4, a evolução mais completa e rápida do sistema

Android 4.4, ou KitKat, é a nova versão do famoso sistema operacional mobile do Google. Ele traz uma série de novidades e algumas mudanças estéticas que o tornam mais maduro, otimizado e eficiente. Boa parte das mudanças são visuais, e o objetivo da maioria delas é colocar a atenção do usuário mais no conteúdo do que no sistema operacional em si.

Como é apenas uma continuidade da versão 4, as diferenças não são tão grandes quanto as que ocorreram no salto do Android 2 para o 4. No entanto, as transformações estão lá e não são poucas. Conheça as novas funcionalidades e o que mudou no sistema.

Mudanças visuais

De início, a cor de destaque do sistema deixou de ser azul e tornou-se branco. Uma mudança sutil, mas que trabalha na questão da atenção do usuário. A nova cor está presente nos símbolos da tela inicial e na barra de notificações. Também são brancos o "rastro" do teclado ao se deslizar o dedo pelas teclas e muitos outros elementos do sistema.

Outra mudança que agradará a muitos é a expansão de áreas transparentes. Agora, não apenas as barras de notificação e os botões na tela inicial são transparentes, as barras de sistema e de ação também permitem a visão da tela em segundo plano.

Melhor aproveitamento de memória

A plataforma melhorou seu gerenciamento de memória e agora pode ser executada com bom desempenho até mesmo em dispositivos com 512MB de RAM. Com isso, é possível que seja mais rápido que os seus antecessores em aparelhos com limitações de memória. Aliás, o objetivo de todo esse trabalho é exatamente esse: tornar o KitKat mais suave e responsivo nos smartphones de baixo custo.

Esta versão também traz melhorias na resposta do toque em tela touch, para que ela seja mais rápida e com maior precisão. A consequência disso é que o usuário pode ouvir música enquanto navega na web ou, também, executar jogos e outros aplicativos que usam a tela sem problemas. A múlti tarefa recebeu algumas otimizações. Com isso, a transição entre aplicações, assim como a resposta ao toque, está cada vez mais fluída e rápida.

Google Now e serviços do Google

Não é mais necessário tocar em botões ou na tela para realizar tarefas. Para acessar a busca ou ditar comandos de voz, na tela inicial ou no Google Now, basta dizer "Ok Google". Porém, o recurso que permite ativar o Google Now ao falar "OK Google", só está disponível no Nexus 5.

A funcionalidade traz cartões contextuais atualizados, que permitem prever informação com base na sua localização, sites favoritos ou programas de TV. Para completar, o KitKat inclui uma app que permite ao Google Search fazer pesquisas ainda mais aprofundadas do que o normal.

Mensagens e Hangouts se unem

Hangouts incorporou a gestão de SMS e MMS, assim, todas as mensagens estão no mesmo app. Com isso, o Hangouts está se tornando a central de comunicação do sistema. É possível, por exemplo, enviar e receber SMS, mensagens instantâneas, chamadas de voz via internet ou vídeo-chamadas.

A melhor notícia é que o novo Hangouts também terá suporte para chamadas de vídeo HD, em todos os dispositivos. Com o aplicativo, o usuário pode compartilhar sua localização e enviar GIFs animados.

Melhorias na identificação de chamadas e contatos

O Google aproveitou todo o poder que tem sobre as informações para atualizar o discador com um identificador de chamadas inteligente. O novo app de telefone está mais inteligente e percebe melhor os hábitos e os contatos com quem o usuário mais lida no dia a dia. Com esse conhecimento, a lista de contatos é reordenada praticamente em tempo real para que seja cada vez mais fácil e rápido encontrar o contato que o usuário realmente precisa.

Há, ainda, a possibilidade de procurar por lugares próximos, empresas, seus contatos, ou pessoas em seu domínio do Google Apps. Além disso, sempre que o usuário receber uma chamada de um número de telefone que não esteja em seus contatos, o telefone procura correspondências de empresas com uma listagem local no Google Maps.

Mais informações na tela de bloqueio

Enquanto estiver ouvindo música, ou projetando filmes para o Chromecast, é possível ver a arte de capa do álbuns ou do filme em tela cheia, mesmo quando o dispositivo estiver bloqueado. Nesta mesma tela, o usuário pode reproduzir, pausar, ou procurar um ponto específico da mídia.

Aplicativos em tela inteira

Para aprofundar a sensação de imersão em alguns aplicativos, a nova versão possui dois modos de tela inteira. Há o modo "Lean Back", no qual todas as barras de sistema desaparecem completamente, mas podem ser acessadas de novo através de um toque na tela. Esta função é ideal para a reprodução de vídeos.

Já o modo "Immersive" também faz desaparecer todas as barras de sistema. Essa é a melhor opção para games e outros apps de multimedia. Contudo, é necessário deslizar o dedo de cima para baixo na tela para fazer as barras aparecerem novamente.

Emoji em todos os lugares

É possível ter acesso aos Emojis em qualquer lugar em que o usuário usar o teclado. Sendo assim, quando as palavras não podem expressar o que sente, o usuário poderá usá-los para dar mais cor às suas comunicações.

Impressão mais fácil

Imprimir no 4.4 está mais fácil, basta ter uma impressora ligada ao Google Cloud Print, ao HP ePrint ou qualquer impressora que tenha apps na Play Store. Assim, o usuário pode imprimir documentos, fotos ou até mesmo páginas web.

Fotos com HDR

O HDR (imagens de Alta Gama Dinâmica) consiste em tirar várias fotos da mesma cena, com exposições diferentes e, depois, combiná-las para obter a melhor fotografia. O KitKat possui um modo HDR para melhorar este processo. Ele usa um novo modelo de ruído que permite distinguir desfocagem por movimento do verdadeiro ruído digital vindo do sensor.

Edição em qualquer lugar

No novo sistema, o usuário pode criar e editar documentos, planilhas e apresentações a partir de seu telefone ou tablet com o recém-redesenhadoQuickoffice, que foi adquirido pelo Google a pouco tempo. Com ele, é possível abrir e salvar arquivos no Google Drive, em outros serviços de armazenamento em nuvem ou no dispositivo.

Se o seu aparelho suporta o Android 4.4, não perca tempo e atualize para o novo sistema gratuitamente!

 
Nossa opinião

A versão 4.4 é uma prova incontestável que o Android continua evoluindo. Ele está muito mais elegante, sutil e extremamente mais rápido. Entretanto, a poderosa ferramenta anti roubo, Android Device Manager, não é apresentada durante o processo de configuração. Isso obriga o usuário a fazer configuração adicional depois de iniciar o sistema.

Mesmo ainda limitado a alguns modelos, o recurso que permite usar o sistema apenas falando "OK Google" está sempre pronto para trabalhar. Esta funcionalidade torna o uso do dispositivo muito mais ágil, ao menos nas tarefas que ele pode atuar.

Por enquanto, o grande problema é justamente o fato de ainda não estar disponível para a grande maioria dos aparelhos Android. Isso limita seu uso a poucos usuários e impede que suas novas funcionalidades e mudanças sejam popularizadas a curto prazo.

A maioria das melhorias não são imediatamente óbvias para os usuários, no entanto, os desenvolvedores certamente irão apreciá-las. Como se trata de uma evolução das principais características das versões 4.x anteriores, acompanhadas de certos aperfeiçoamentos, boa parte das melhorias estão escondidas do usuário final. Este fator mascara muito do trabalho feito pela equipe do sistema do Google, contudo, não impede que a pessoa possa usar tudo que ele tem de novo.

O grande destaque desta versão é o requisito mínimo de 512 MB de RAM para funcionar. Essa é a característica que mais irá ajudar na popularização do sistema, quando ele estiver disponível para mais dispositivos, principalmente para aqueles considerados de baixo custo e que vivem travando por conta de suas limitações de hardware.

comentários[0]

15

ago
2014

Android KitKat já pode ser instalado em PCs tradicionais

Por  
14 ago 2014 - 13h 03

 

O Android é um sistema operacional feito para funcionar em dispositivos baseados em processadores ARM, mas isso não impede desenvolvedores de tentarem fazer o robozinho funcionar também com processadores x86 da Intel e da AMD. Na verdade, o projeto Android-x86 acabou de liberar a versão 4.4 estável do Android para PCs.

Dessa maneira, você pode rodar o SO da Google em seu computador de mesa ou notebook como se fosse um SO tradicional. A instalação inclusive é muito similar ao que se vê nos procedimentos correspondentes para o Ubuntu, por exemplo.

A versão do Android KitKat 4.4-r1 x86 foi anunciada nessa semana pelo grupo de desenvolvedores que fizeram a adaptação do SO para PCs. Eles cometam que essa é a primeira versão estável e, para fazer o download dos arquivos necessários, você deve acessar a página do projeto. Vale lembrar ainda que boa parte dos drivers mais comuns de PCs atuais está disponível no SO.

Se você fizer o download, fique atento para identificar o link correto, pois a página do Android-x86 traz todos os links das versões que eles já adaptaram até hoje. Sendo assim, procure pela "Android-x86-4.4-r1" e faça o download.

comentários[0]
Assinar RSS

mais buscadas

2004-2011 Educação Adventista Todos os direitos reservados.