Portal da Educao Adventista

*Biblioteca Dalka Bergold *

22

ago
2011

Seminário de Criacionismo

Vem aí!  "II Semana Criacionista do CAF-C"!

Convidados especiais na área de Geologia. Separe os dias 21 e 22 de Outubro para participar conosco desta programação única.

Local: Colégio Adventista de Florianópolis e UFSC. Logo abriremos as inscrições, vagas limitadas!  Veja Mais...

comentários[0]

15

ago
2011

Rato Doador, o Projeto também é Social

A realidade brasileira: até o final de 2007, 380 municípios de todo o país - cerca de 7% do total - simplesmente não contavam com uma biblioteca pública sequer. A situação já foi bem pior: em 2003, eram 1 173 as cidades sem esse serviço. No entanto, construir bibliotecas Brasil afora e enchê-las de livros não significa resolver o problema. É preciso prepará-las para atingir seus objetivos, entre os quais destaca-se o de incentivar a leitura entre crianças, jovens e adultos. "Nos últimos 15 anos, passamos a encontrar livros em maior quantidade nas bibliotecas", afirma Elizabeth Serra, secretária-geral da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). "O problema é que, no Brasil, a rede de bibliotecas públicas é muito frágil. O sistema não foi informatizado, não há espaços planejados para os pequenos, os livros são antigos e não há renovação anual do acervo."  (revista Nova Escola- abril 2011)

Por isso Estamos empenhados em arrecadar livros para escolas públicas de Florianópolis. A campanha já começou. Doe um livro bom e em bom estado e participe dessa causa, você estará beneficiando bibliotecas de escolas públicas de Florianópolis. Um campanha do projeto rato de Biblioteca.Veja Cartaz de propaganda.

 Estatísticas indicam que ao final do curso fundamental quase 60% dos alunos apenas são capazes de ler frases simples e que 95% não conseguem sequer compreender o que lêem. Por outro lado a escola tem o enorme desafio de não apenas ensinar a ler, mas de ensinar a gostar de ler! Parece que para se ensinar alguém a gostar de algo é preciso gostar também desse algo. Quem não gosta de ler, obviamente tem dificuldades para ensinar outra pessoa a gostar também. Porem, na escola não há, pelo menos em tese, como diferenciar esses dois conceitos, pois não se concebe um professor que não goste de ler, seja ele de que área for. Ler  e escrever são habilidades indispensáveis para a formação dos alunos em todas as áreas. Profa. Gláucia Vieira Cândido (UEG- GICLI)

comentários[0]

Campanha de Doação